sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Projeto Historiando o Patrimônio de Arcoverde



Gente, encontrei esse projeto no Facebook e pedi aos organizadores me enviarem um resumo acerca do mesmo , uma vez que conhecer, valorizar e preservar o que é nosso tem que ser algo diário para qualquer povo.

Eis o texto que recebi da Assessoria de Imprensa:


E a nossa História cadê?


O Instituto das Artes e Desenvolvimento Humano - IADHUM em parceria com a Gerência Regional de Arcoverde – GRE, realiza neste mês de Novembro de 2012 o projeto Historiando o Patrimônio de Arcoverde, que tem por objetivo realizar uma oficina de valorização ao patrimônio artístico cultural, material e imaterial da cidade de Arcoverde. O projeto surge através da necessidade de através da história da cidade de Arcoverde na arquitetura, nos prédios, nos quais residiam alguns valores simbólicos para a cultura do povo arcoverdense, que foram e estão sendo destruídos e esquecidos por falta de valorização e conscientização da população, e a falta de apoio como uma política de preservação ao patrimônio local.

Através da Educação Patrimonial, buscamos levar à população a um processo de conhecimento, apropriação e valorização de sua herança cultural, fazendo com que a comunidade tenha usufruto e apropriação desses conhecimentos, num processo contínuo de criação cultural. Entendendo que o Patrimônio Histórico pode ser definido como um bem material ou imaterial que possui significado e importância seja: artística, cultural e religiosa. Estes patrimônios foram construídos ou produzidos pelas sociedades passadas, por isso representam uma importante fonte de pesquisa e preservação cultural para nossa história.

O projeto será realizado na Escola Estadual Monsenhor José Kehrler no Bairro Boa Esperança e contará com a participação dos educandos da mesma, será gratuita e contaremos com a participação de 30 jovens com faixa etária de 16 a 29 anos. Os facilitadores dessa oficina são: Juliana Zuppardo, realizadora do projeto e historiadora, Givaldo Silva, Diretor Geral do IADHUM e historiador, além dos professores de História da Escola.

Este projeto foi contemplado no edital Microprojetos Mais Cultura Rio São Francisco/2012 com recursos oriundos de programa financiado pela FUNARTE – Fundação Nacional de Artes / Ministério da Cultura / Governo Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário