sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Personagens de Jorge Amado, Poesia e Música invadem Praça da Bandeira em Arcoverde no primeiro dia da "2.ª Feira de Livro e Conhecimento dos Sertões"

"Gabriela, cravo e canela", "Tenda dos Milagres" , " Tieta do Agreste", " A morte e a morte de Quincas Berro d'Água.... Quem foi a Praça da Bandeira conferir na noite de ontem (08), a abertura da "2.ª Feira de Livro e Conhecimento dos Sertões".
Vários  personagens dos livros de Jorge Amado o homenageado da Feira toaram conta da Praça e chamavam a atenção do público que se divertia com bonecos como o de Gabriela em cima de uma dos espaços montados.


No  estande da Feira, livros à partir de R$5,00 faziam a festa dos leitores e outros com desconto de 50%.As crianças não ficaram de fora a puxavam os pais para a ala feita pra elas em busca do que levar pra casa.
Enquanto isso no Coreto, artistas arcoverdenses e estaduais faziam o público ser embalado pelos mais diversos ritmos a começar pelo maracatu.
A feira foi aberta com uma homenagem a Jorge Amado, depois o maracatu tomou conta do coreto embalando o público.


A poetiza Edilza Vasconcelos declamou uma poesia em homenagem a Jorge Amado relembrando diversos personagens das suas histórias.

 
Em seguida subiram ao palco o Mestre Camarão e Salatiel Camarão com o mais novo trabalho intitulado  Gonzagueando que segundo Salatiel nasceu em um momento importante, recheado de emoções onde de um lado está o Patrimônio Vivo de Pernambuco; o professor, o pai: MESTRE CAMARÃO com 64 anos de carreira com uma discografia que contabiliza em 31discos, sendo dois produzidos por Luiz Gonzaga, e do outro lado,o aluno,o filho, o discípulo: SALATIEL D’ CAMARÃO com 25 anos de carreira, onde trabalhou com grandes artistas, como: Hermeto Pascoal, Genival Lacerda,Cauby Peixoto, Marinês, Patrick Dumont, Trio Nordestino, Moacir Franco, Dominguinhos entre outros, e com um CD gravado.
O show feito por pai e filho emocionaram o público.


A segunda atração da noite tocou fogo no Coreto da cidade. A cantora Irah Caldeira que apresentou o seu mais novo trabalho "Irah Caldeira e Banda ao Vivo", fez o público cair no forró e no frevo, uma vez que a cantora também passeou por este ritmo tão pernambucano.
No repertório músicas como " Forró do pic plic plá", " Sanfoninha Choradeira", " Sem Segredo", " Forro Calangueado" e "Madeira que Cupim não rói".


A última atração está na estrada há mais de quarente anos e encantou os arcoverdenses. A Banda Quinteto Violado trouxe para o palco o show do seu último trabalho "Quinteto Violado 40 anos"  que traz músicas como " Disparada", " Beira da Estrada", " Pau de Arara", "Cirandas" e " Trem das onze".

A feira segue até o próximo sábado (10), e ainda vai receber nomes como Boi Maracatu, Coco Trupé, Jorge Filó, Nádia Maia e Ronaldo Cesar e a Tropicana.

Amannda Oliveira

Um comentário: