domingo, 4 de novembro de 2012

Frevo concorre ao título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade

Autêntico, vigoroso, genuinamente brasileiro e nascido nas ruas de Pernambuco, no início do século 20, o frevo dispensa a defesa de sua importância. Reconhecidamente símbolo cultural do Carnaval pernambucano e oficialmente Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil, a manifestação vai representar o País na França, através do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – Iphan, concorrendo com mais 35 bens culturais de todo o mundo ao título de Patrimônio Imaterial da Humanidade.

A eleição acontecerá entre os dias 1º e 8 de dezembro, na sede da Unesco em Paris. Representantes de 183 países poderão votar, e elegerão entre cinco e dez expressões.

“O que muda com o título é o ganho de maiores condições de preservação do bem e o fortalecimento do turismo cultural em Pernambuco”, explica Newton Caivano, do Comitê Gestor de Salvaguarda do Frevo. Ele exemplifica o fado, eleito Patrimônio da Humanidade em 2011, que acabou por fomentar a busca dos turistas pelos destinos relacionados à música típica portuguesa.

Atualmente, o Comitê do Frevo busca apoios para lograr o envio de uma comitiva a Paris. Segundo Caivano, o Brasil, com o frevo, concorrerá com mais de 30 países e expressões culturais, o que torna imprescindível o envio de uma delegação de artistas e gestores para ajudar a defender o título de uma de nossas maiores expressões culturais, acompanhando o processo de reconhecimento pela Unesco.

Fonte: Fundarpe

Nenhum comentário:

Postar um comentário