domingo, 15 de julho de 2012

Portal sobre cinema pernambucano é lançado no Festival de Inverno de Garanhuns

 
O cinema estará presente no 22º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG) em várias ações, desde exibições de filmes a palestras e oficinas. Nesta edição, o festival será o momento para o lançamento do portal www.cinemapernambucano.com.br. Coordenado por Isabela Cribari e Germana Pereira, a página tem o objetivo de reunir e disponibilizar, gratuitamente, uma série de informações acerca da produção audiovisual de Pernambuco. O lançamento acontece no Ambiente Criativo, no Polo Euclides Dourado, no dia 15 de julho, às 17h.

O portal é resultado de um projeto apoiado pelo quarto edital do Funcultura Audiovisual. Segundo Germana Pereira, a ideia surgiu da necessidade de um espaço que reunisse todas as informações sobre a produção de Pernambuco na internet. “Trabalhamos (eu e Isabela) há 18 anos com cinema e sempre que íamos pesquisar algo sobre o cinema pernambucano em bancos de dados nacionais, percebíamos que tais informações quase não eram disponibilizadas”, explica Germana.


O cinema pernambucano estará contemplado no portal através de diferentes aspectos. Sua história e a produção contemporânea serão algumas das informações encontradas neste sítio que, para o lançamento, disponibiliza um acervo com a identificação de mais de 450 produções pernambucanas. Além da contextualização disso, o portal colabora com a cadeia produtiva e abre espaço para um cadastro de técnicos, elenco, produtoras e demais agentes envolvidos na produção audiovisual. Germana Pereira acrescenta que filmes, críticas, legislação, editais, cursos, festivais, mostras e espaços expositivos no estado são assuntos abordados no portal.

As coordenadoras do projeto acreditam que o cinema feito no estado é o elo entre as informações geradas pelo portal. Por isso, esperam que ele se torne um espaço colaborativo, no qual os internautas possam ajudar a alimentar seu conteúdo, propiciando uma interlocução entre articuladores, curadores, artistas, pesquisadores, gestores e o grande público interessado nos filmes pernambucanos.

Informações: ASCOM 

Nenhum comentário:

Postar um comentário