domingo, 17 de junho de 2012

Luiz Gonzaga tem que ser festejado a vida inteira, diz Geraldo Azevedo.

O Blog Falando Francamente esteve na noite de ontem (16), no camarim do cantor Geraldo Azevedo e na nossa conversa mencionamos que o nome dele foi um dos mais citados em uma pesquisa realizada junto aos nossos leitores a cerca de quem gostariam de ver no São João dos Sertões.

Geraldo ficou surpreso ao saber e agradeceu aos leitores, lembrando que a primeira vinda ao são joão da cidade o marcou pela receptividade do público, afirmando que isso é algo gratificante.

O cantor lembrou que quando foi estudar em Recife na mocidade tinha que pernoitar em Arcoverde, lembrando que a cidade o marcou, tanto que a sua primeira esposa era arcoverdense.

Perguntando se a homenagem ao centenário de Luiz Gonzaga realizada em todo o estado estaria ajudando a resgatar o autêntico forró , Geraldo Azevedo, disse que por onde tem andando, percebeu que Gonzaga cresceu com as homenagens, o que que nos deixou de legado também e destacou:  Quando se fala em festa junina o primeiro nome que vem a mente é Luiz Gonzaga. Mas, parece que ele aumentou nessa festa, mesmo sabendo que ela já existia antes dele. Mas da minha geração pra cá se pensa em são joão com as músicas de Luiz Gonzaga.

Ele é o homem que fez esta festa é o homem que influenciou toda uma geração de compositores e cantores fazendo músicas para o nordeste. Este ano é o centenário mas ele deve ser reverenciado a vida inteira. Eu abro meu show cantando ABC do Sertão que é dele e aprendi a ler como conta a música.
Luiz Gonzaga é grande mentor e esteio da música nordestina e está inserido na minha história e na minha cultura.

Estaremos pelos camartins, pelos camarotes e pelos polos de animação trazendo para você o melhor deste são joão.

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário