sábado, 25 de fevereiro de 2012

Assunto que marcou a semana. Pastor será executado por abandonar a religião muçulmana

Um dos assuntos que mais chamaram a atenção na semana que se foi , foi a notícia dada no Jornal Nacional da última quinta-feira (23), a respeito da sentença de morte dada ao pastor Yousef Nadarkhani preso desde 2009 e condenado a forca por ter abandonado a religião muçulmana se tornando pastor evangélico.
Segundo relatos, foi proposto que se o pastor abandonasse o evangelho de Jesus Cristo, seria poupada, mas Yousef não aceitou.
De acordo com a ACLJ (sigla em inglês para Centro Americano para Lei e Justiça) a condenação do iraniano já foi emitida pelas autoridades e não há como saber se o pastor continua vivo ou não.
Várias entidades e autoridades se mobilizaram pelo mundo para tentar impedir a execução do pastor.
Notícias como estas chamam a atenção e nos trazem a mente textos lidos desde que o mundo é mundo da Bíblia onde os cristãos eram condenados a morte por seguirem a Cristo. Em países onde não existe democracia e a intolerância religiosa impera, milhares de pessoas são mortas diariamente por abandonarem suas religiões tidas como "oficiais" nos seus países sendo considerados marginais, da pior espécie.
Ao ver a atitude de fé deste homem de não negar a Deus e aceitar ser condenado a morte, me pergunto se a minha fé seria tão grande e tão forte e este ponto, de negar o meu desejo de viver e dizer: Sou de Jesus.
Nós dizemos eu amo a Deus com uma certa facilidade, mas nunca fomos postos a prova desse modo. 
Como você reagiria? Deus aumente a nossa fé.
Amannda Oliveira

Um comentário:

  1. que absurdo isto que esta acontecendo pois os incredulos não sabem que a vinda de jesus cristo esta preste chegar DEUS TENHA MISERICORDIA DESTE COVARDES QUE NÃO ACREDITAM NO DEUS SUPREMO

    ResponderExcluir