segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Sextas-feiras culturais se despedem com gostinho de quero mais.

"O coração bate acelerado como a batida advinda do trupé do samba do coco, a respiração fica ofegante e a audição parece captar todo e qualquer som a nossa volta. É como se derrepente o filme da sua vida passasse diante dos seus olhos. É um misto de alegria, nervosismo e saudade....
Amannda Oliveira"

Fotos: Amannda Oliveira


A descrição a cima é o misto de emoções que esta blogueira sentiu na última edição do Projeto Sextas-feiras culturais que aconteceu no último dia (16), de autoria do vereador Luciano Pacheco e desenvolvida de forma brilhante em parceria com o Coletivo Cultural de Arcoverde - COCAR.

Tudo começou com uma noite de homenagem e reencontro que se transformaria em uma noite histórica. Reunidos, todos os sambas de coco de Arcoverde protagonizaram uma cena histórica ao tocarem juntos pela primeira vez. Nas rugas do rosto do seu Biu Neguinho, onde lágrimas rolavam de alegria pela homenagem o criador de uma batida que embalaria a cidade de Arcoverde, refletia a emoção estampada nos olhos de dona Severina Lopes e na alegria dos netos e bisnetos dos criadores de uma batida que seria a marca registrada da cidade de Arcoverde: o Sama de Coco.


Vidas que foram resgatadas naquele momento , pessoas que em vida recebiam uma devida homenagem pelos serviços prestados a cultura de uma cidade onde é possível encontrar um artista por meto quadrado. 

                                                        Fotos: Amannda Oliveira


E as emoções não pararam... O Projeto Sextas-feiras Culturais continuou a revelar a Arcoverde a sua história contada através da cultura. Vieram os poetas , repentistas, aboiadores, as artes cênicas , as artes visuais através dos nossos artistas plásticos, fotógrafos, escultores, os músicos como Beto da Oara, a literatura acompanhada pelo gostinho de uma cultura advindo das nossas cozinhas, homenageando nomes como Dá Luz, Saarah Amaral , a Gaúcha e o Matuto, os cantores como Sebastião Caranguejo, Seu Fubica , Paulinho Leite, noites de reencontro de uma população com sus história, noite de resgate e emoção.
Na última sexta-feira, os homenageados foram os profissionais da comunicação , radialistas, radio locutores, jornais, blogs e sites e também dos arte-educadores. Noite onde aqueles que cobriram as edições de um projeto apaixonante se viram sendo notícia, posição difícil, mas gratificante de ocupar.


Fotos: Amannda Oliveira

Foram lembrados Lima Ferreira famoso pelo bordão : "No Clima", Givanildo Maciel que criou o programa Revista da Cidade um dos mais ouvidos do sertão pernambucano e que ficou marcado pelo bordão que dizia: "quem anda com Deus não tem medo de assombração". Ainda no setor de rádio, foram lembrados, a Rádio Cardeal Arcoverde, há mais antiga da cidade, a Rádio Independente e a Rádio Itapuama de João Ferreira, o locutor Fábio Santos.


Fotos: Amannda Oliveira


Ainda foram lembrados: Paulo Cardoso, Elias Lourenço, Reginaldo Silva, Rossini Moura. No quesito jornal imprenso, foram homenageados: Paulo Brito , criador do Jornal Portal do Sertão in memoriam, representado por sua família , Inaldo Cândido , criador do Jornal de Arcoverde que neste ano de 2011 completou 30 anos de existência , sendo o jornal mais antigo em circulação na cidade, Roberto e Romero, criadores do Jornal Tribuna da Região.


Fotos: Amannda Oliveira


Fotos: Amannda Oliveira

No quesito Blog, foram homenageados o Blog Conectado Pernambuco, de Fernando Souza, o Blog Impacto Gospel e Arcoverde Repórter da radialista Hozana Araújo, o Blog Falando Francamente desta que vos fala, o site Xis Club, a Tv LW, o Blog do Paulo César Cavalcanti, o Blog do Túllyo e o de Dárcio Rabelo.


As únicas a fazerem o uso da palavra foram Hozana Araújo que agradeceu a Givanildo Maciel, pelo apoio recebido no início da sua carreira como radialista e destacou os blogs por ela escritos que perfazem um total de quatro.


Foto: Blog Falando Francamente

Amannda Oliveira, que administra há três anos o Blog Falando Francamente, destacou a importância do Projeto Sextas-feiras Culturais na redescoberta da história da cidade e do resgate de vidas, destacando a emoção de acompanhar o projeto nas suas oito edições. Destacou ainda, a importância da educação na preservação e resgate da cultura e se emocionou ao mencionar os conselhos de seus pais que lhe diziam diariamente: Não adianta ter um diploma quando não se sabe de onde vem e o que se é... feliz a cidade que preserva e valoriza a sua cultura. Estude, por que as pessoas podem tirar tudo de você, mas o que você sabe, ninguém tira.
Falou ainda, da preocupação em se criar um projeto que permita que os artistas continuem se apresentando e se mantendo perto da sociedade. A blogueira falou das dificuldades em se ser um blogueiro, destacando a importância que os mesmo possuem nos dias atuais nas cidades do interior. A blogueira foi pega de surpresa com o anúncio do seu aniversário na Câmara com todo o plenário cantando parabéns.


As últimas homenageadas da noites foram as arte educadoras: Edilza, Janice Cavalcante, e Márcia Moura que transformaram a última edição do Projeto Sextas-Feiras Culturais em uma grande festa.


Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário