domingo, 30 de outubro de 2011

Curtas de Foz do Iguaçu


Foto: Divulgação
Uma das coisas que descobri na minha viagem , foi que Foz do Iguaçu também tem mototaxistas, aproximadamente 800 deles. Mas, o que mais me chamou a atenção foi a forma como o governo municipal age em relação a esta categoria.
Para tirar o registro de mototaxista, o motorista deve estar em dia com tudo que se refere a moto, sem multas ou infrações. Depois passar por um curso que encerra com um instrutor como passageiro passeando em todas as motos e orientando o condutor sobre conduta junto aos passageiros.

As motos devem ser amarelas e recebem um adesivo da prefeitura com o nome moto-táxi e uma número de registro. O capacete também é amarelo e o colete. 
Lá não se cobra uma valor único por corrida, mas assim como os táxis, pela distância percorrida. O mototaxista também é obrigada pela prefeitura a fazer um seguro no valor de aproximadamente R$ 400,00 que em caso de acidente, protege o motorista e o passageiro, coisa que poderia ser pensado em Pernambuco.

As pessoas
Uma coisa que chama muito a atenção de quem chega a Foz do Iguaçu além da beleza que a natureza proporciona aos olhos, são os seus moradores. em uma cidade onde o Brasil se mistura com o Paraguai e a Argentina, por conta da fronteira e onde o espanhol é tão falado como o português, os visitantes são tratados com cordialidade e gentileza pelos moradores , além de uma prestatividade que raramente se vê nos dias atuais por ai.

A beleza desta cidade não está apenas na sua natureza, mas neste povo lindo e acolhedor.

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário