sábado, 28 de maio de 2011

Justiça manda CBF revogar portaria que divide título de 1987


O Tribunal Regional Federal da 5ª Região, no Recife, atendeu a um requerimento solicitado pelo Sport questionando a resolução da CBF que dividiu o título brasileiro de 1987 entre o clube pernambucano e o Flamengo. A ação de cumprimento foi ajuizada pelo Sport, há 20 dias, na 10ª vara federal em Pernambuco. 

A Justiça determina que a CBF, uma vez citada, num prazo de 48 horas, revogue a resolução 02/2011, que divide o título entre Sport e Flamengo, e edite uma nova resolução proclamando o Sport como o único campeão brasileiro de 1987. Caso a decisão não seja revogada, há uma multa de R$ 500 por dia e a sansão criminal por crime de desobediência contra Ricardo Teixeira. O presidente da CBF pode ir preso.

O vice-presidente, João Humberto Martorelli, disse que espera que a CBF atenda à decisão judicial. “Quando a CBF publicou a resolução que dividia o título, o Sport entrou com uma interpelação. A CBF tinha um prazo de 30 dias. Como não revogou, o Sport entrou com uma ação principal. Agimos desde o primeiro dia, é uma sequência de processos. A gente espera que, agora, a CBF cumpra a decisão”.

A decisão foi do juiz  Edvaldo Batista da Silva Júnior, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região. No texto, ele determina que a decisão deve ser cumprida num prazo máximo de 48 horas, obrigando a CBF considerar o Sport como único campeão.


Fonte: PE360

Um comentário:

  1. Essa história já está virando uma palhaçada. Carlos Santana - Recife

    ResponderExcluir