Você sabe por que hoje se comemora o Dia Internacional da Mulher?

No início do século XX, as manifestações feministas lutavam por melhores condições de trabalho, uma vez que no contexto da segunda revolução industrial as mulheres trabalhavam de 14 a 16 horas por dia em condições vergonhosas e insalubres, levando por vezes os filhos para o trabalho e ganhando menos que os homens.

No dia 08 de março de 1857, as operárias de uma fábrica de vestuário e indústria têxtil protagonizaram um grande protesto contra as más condições de trabalho no norte da cidade de Nova Iorque, os donos da fábrica reprimiram o protesto trancando as funcionárias na fábrica e ateando fogo. Morreram neste dia aproximadamente 130 tecelãs.

Em 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 08 de março passaria a ser o "Dia Internacional da Mulher", em homenagem as mulheres que morreram na fábrica em 1857. Mas somente no ano de 1975, através de um decreto, a data foi oficializada pela ONU (Organização das Nações Unidas), para lembrar as conquistas sociais, de trabalho, políticas e econômicas, bem como para continuar alertando o mundo contra a violência e desigualdade que nós mulheres ainda estamos sujeitas.

Neste centenário, temos muito que comemorar sim, mas também muito que lutar.

Ainda ganhamos menos, quando muitas vezes trabalhamos mais; sofremos violência doméstica, somos poucas na política, ainda temos como principal fonte de renda o trabalho doméstico.
Somos mães, alunas, professoras, médicas, pacientes, somos fortes, somos gente, somos mulheres de tantos rostos, cores, nacionalidades e histórias diferentes, mas acima de tudo mulheres.

Abaixo alguns marcos que valem a pena ser lembrados:


• 1788 - o político e filósofo francês Condorcet reivindica direitos de participação política, emprego e educação para as mulheres.

• 1840 - Lucrécia Mott luta pela igualdade de direitos para mulheres e negros dos Estados Unidos.

• 1859 - surge na Rússia, na cidade de São Petersburgo, um movimento de luta pelos direitos das mulheres.

• 1862 - durante as eleições municipais, as mulheres podem votar pela primeira vez na Suécia.

• 1865 - na Alemanha, Louise Otto, cria a Associação Geral das Mulheres Alemãs.

• 1866 - No Reino Unido, o economista John S. Mill escreve exigindo o direito de voto para as mulheres inglesas

• 1869 - é criada nos Estados Unidos a Associação Nacional para o Sufrágio das Mulheres

• 1870 - Na França, as mulheres passam a ter acesso aos cursos de Medicina.

• 1874 - criada no Japão a primeira escola normal para moças

• 1878 - criada na Rússia uma Universidade Feminina

• 1901 - o deputado francês René Viviani defende o direito de voto das mulheres

A luta continua. Feliz dia das mulheres!