quarta-feira, 11 de novembro de 2009

opinião: Apagão Assusta o Brasil

Calma calma acende tudo. Gente o que aconteceu ontem a noite? Alguém tem uma explicação lógica? É por que a que foi dada pelo governo não me convenceu muito.
Ontem estava assistindo televisão quando derrepente a luz apaga. A princípio , acreditei que era apenas na minha rua, uma vez que falta de luz é algo "comum" onde moro.

Ao olhar pela janela da minha casa , percebi que não era só na minha rua e sim em toda a minha cidade. Tudo era um breu só.
Após um bom tempo, a luz voltou e ao ligar a tv, a programação da Record havia parado para noticiar que 07 estados brasileiros estavam passando por um apagão; e a programação foi parando sucessivas vezes para dizer que o número de estados aumentava gradativamente. Parecia uma fila de dominós que quando você derruba uma peça as outras caem por tabela.
Hoje, percebi, que ao todo foram 18 estados afetados pelo apagão e ainda o Paraguai.

O Ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse nesta quarta-feira que  “Tanto o operador, como Furnas, como todos chegaram à conclusão de que o que aconteceu foram descargas atmosféricas, ventos e chuvas muito fortes na região de Itaberá, em São Paulo, o que provocou um curto cuircuito em três circuitos que levam as linhas de transmissão de Itaipu para Itaberá”.
Este não é o primeiro blackout da história do Brasil. Em 1999, houve um blecaute que atingiu 70% do país e, em 2002, um outro que atingiu 60% do Brasil.

Este tipo de "evento" assusta o povo brasileiro que se vê exposto a assaltos , falta de água e ainda por cima, queima de uma série de eletrodomésticos que ao meu ver não tem previsão de ressarcimento.

O diretor da Aneel, Nelson Hubner, afirmou que todos os brasileiros que tiveram equipamentos danificados por causa da queda brusca de energia têm o direito de pedir o ressarcimento juntos à operadoras de energia elétrica. Lobão acrescentou que a responsabilidade por eventuais reparações dos danos aos consumidores é da distribuidora.

Que coisa horrível é a escuridão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário