No dia 26 de fevereiro foi preso em Alagoinha -PE um homem acusado de estupar a enteada de apenas 09 anos. O resultado deste estupro foi uma grávidez de gêmeos.
A lei brasileira permite que nestes casos seja realizado um aborto que foi visto por médicos e psicológos como melhor intervenção para o caso uma vez que a menina corria risco de morte.
Em meio a toda esta confusão, surge o Bispo de Olinda e Recife José Cardoso Sobrinho e excomunga toda a equipe médica menos o agressor, é isso mesmo, menos o agressor.
O mesmo condenou o aborto e chegou a dizer o absurdo de que o aborto é pior do que o estúpro.
Agora para tudo. Dá pra acreditar que em pleno ano de 2009 exista uma criatura com uma cabeça desta na face da terra? E pior que a Igreja católica apóie este tipo de discurso? O que querem ? Voltar aos tempos da inquisição onde a palavra da igreja era lei e que quem fosse contra seria queimado?
Esta mais do que na hora de se criar um novo tipo de chá: o chá de bússola ou para os mais modernos o chá de GPS, quem sabe se utilizado em grandes doses ao dia abriria a mente destes dirigentes para o mundo real.

A igreja possui hj milhares de denúncias de pedofilia de seus padres contra crianças. Isso ai crianças e o que faz em relação a isso? Paga as famílias para que fechem a boca.
Agora vem um bispo, falar sobre absurdos e excomungar as pessoas, uma vez que nem ele se brincar tem lugar garantido lá no céu.

Ao invés de ficar falando asneira em nome de Deus, a Igreja Católica deveria trabalhar pra assistir as crianças abusadas pelos seus sacerdotes , com atendimento psicológico e auxílio financeiro pq o mundo está cansado de discursos vazios e fé sem obras em nome de Jesus.
Vamos fabricar o novo chá. 

Amém!

Amannda Oliveira