Imagem: Divulgação

 


Por unanimidade, o Pleno do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco acatou na manhã desta quarta-feira, dia 13 de dezembro, recurso da ex-prefeita de Arcoverde, Madalena Britto, do PSB, cuja defesa foi realizada pelo advogado Dr. Pedro Melchior, aprovando as prestações de contas de governo de 2015. Com isso, a ex-prefeita fecha o ciclo de seus oito anos de governo com as oito prestações de contas aprovadas pelo TCE, a credenciando de vez à disputa das eleições em 2024.

“O tribunal acatou a tese da ex-prefeita Madalena Britto de que não houve nenhum dolo ou ação que prejudicasse a municipalidade, atestando assim, mais uma vez, a transparência e honestidade de sua gestão ao longo dos oito anos em que governou Arcoverde, entre 2013 e 2020. Decisão, essa, que a credencia a novos projetos políticos em defesa de sua cidade e seu povo”, afirmou o advogado Pedro Melchior, responsável pela defesa da ex-prefeita. 

Responsável por grandes obras e ações que marcaram os últimos 8 anos antes do atual governo, que ajudou a eleger, Madalena Britto tem seu nome hoje sendo apontado com um dos principais na disputa pela prefeitura de Arcoverde em 2024. 

“Hoje fechamos um ciclo com a aprovação de nossa última prestação de contas, comprovando nossa transparência, honestidade e cuidado com nossa cidade. Só tenho a agradecer aos conselheiros do TCE, ao Dr. Pedro Melchior pela brilhante atuação e ao povo de Arcoverde que sempre confiou em nosso trabalho. Vamos seguir firme em nossa caminhada”, afirmou Madalena em suas redes sociais. 

Cobrada para ser candidata por aliados, lideranças e principalmente pela população mais carente que se vê deixada de lado pela atual gestão; e pelos formadores de opinião que lamentam o retrocesso social e econômico da cidade nos últimos 3 anos, Madalena vem conversando e promovendo encontros para arregimentar apoios a um projeto, como ela mesmo faz questão de frisar, para “unir Arcoverde” em torno de seu desenvolvimento social, econômico e de seu futuro.