Imagem: Pixabay

A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro), autarquia vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA), registra cobertura vacinal de 95,06% na segunda etapa da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa realizada entre os meses de novembro e dezembro deste ano. A obrigatoriedade desta fase é para bovinos e bubalinos na faixa etária de zero a 24 mesestotalizando 639 mil animais em Pernambuco.

Dos 185 municípios pernambucanos, 165 e mais o arquipélago de Fernando de Noronha superaram a meta de 90% estabelecida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e apenas 20 cidades não conseguiram alcançar o percentual mínimo. “Os produtores dessas localidades serão convocados pela Adagro e terão que regularizar seu rebanho. Quem não vacina e não declara paga multa e fica impedido de transitar com seus animais”, explica o presidente da Adagro, Paulo Roberto Lima.

Ainda segundo o levantamento, Fernando de Noronha e mais 28 municípios imunizaram 100% dos seus rebanhos, sendo eles, Afrânio, Araçoiaba, Barra de Guabiraba, Belém de Maria, Buenos Aires, Camocim de São Félix, Carnaubeira da Penha, Chã de Alegria, Cortês, Cupira, Floresta, Gameleira, Itacuruba, Itaquitinga, Jataúba, Lagoa de Itaenga, Lagoa dos Gatos, Lagoa Grande, Macaparana, Nazaré da Mata, Paudalho, Riacho das Almas, Sanharó, Santa Cruz do Capibaribe, São Caitano, São Joaquim do Monte, Taquaritinga do Norte e Toritama.

Pernambuco não registra casos de febre aftosa há 23 anos e desde 2013 mantém o status sanitário de área livre de aftosa com vacinação. A ocorrência da febre aftosa gera prejuízos financeiros aos produtores e embargos para a região, portanto a vacinação é obrigatória em todos os Estados do país.


Informações: Assessoria