Foto: Jan Ribeiro/Secult PE/Fundarpe

Depois de dois anos sem realização, é a vez do Festival de Cinema de Triunfo, desta vez na sua 13ª edição, retornar a exibir curtas e longas metragens de todo o Brasil no Sertão do Pajeú. A programação será realizada entre os dias 5 e 10 de dezembro deste ano e celebra o audiovisual brasileiro no Theatro Cinema Guarany, que foi totalmente reformado na sua estrutura e recebeu novas poltronas e ar-condicionado. O festival em Triunfo conta também com debates, oficinas, além de sessões especiais em Serra Talhada. 

O Festival de Cinema de Triunfo é uma realização do Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), e da Prefeitura de Triunfo. Conta com a parceria da Associação Brasileira de Documentaristas e Curtametragistas de Pernambuco/Associação Pernambucana de Cineastas (ABDPE/APECI) e Federação Pernambucana de Cineclubes (FEPEC), apoio cultural da Associação Comercial do Município de Triunfo (ACMT) e apoio institucional do Sesc Pernambuco e TV Pernambuco.

“É com muita alegria que retornamos com este evento porque ele é uma demonstração de como a política de audiovisual é consolidada em Pernambuco. Além do reconhecimento à produção audiovisual, o evento tem o objetivo de irradiar nossa cultura e deixar um legado para a população de Triunfo”, pontua o secretário estadual de Cultura, Oscar Barreto.

Nesta edição, foram recebidas 193 inscrições de filmes de 12 estados brasileiros. Foram selecionados 38 filmes para as mostras competitivas nas categorias Longa-metragem nacional (5), Curta-metragem nacional (13), Curta-metragem Pernambucano (11), Curta-metragem dos Sertões (5) e Curta-metragem infanto-juvenil (4).

Participam da programação filmes de vários estados brasileiros, como Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Bahia, Santa Catarina, Distrito Federal, Goiás, Amazonas, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Como já é de costume do festival, acontecerão diariamente os debates com os realizadores e realizadoras, que serão mediados pelo apresentador Jorge Clésio, sempre às 10h, na Praça do Avião.

Neste ano, as novidades são as exibições especiais na Mostra Sesc Pernambuco, nos dias 6, 7 e 8 de dezembro, voltadas para o público infantil das escolas da rede pública de ensino da região. Na sexta-feira (9), é a vez da Mostra Competitiva Infanto-juvenil, com quatro curtas nacionais em exibição para a garotada. Haverá também o lançamento do filme documentário sobre o Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), produzido pela TV Pernambuco, no sábado (10), quando também será realizada uma visita guiada no Theatro Cinema Guarany e uma exibição do documentário “Theatro Cinema Guarany: Uma longa história”, produzido pelo Cineclube Caretas, de Triunfo.

FORMAÇÃO – Durante a programação do 13º Festival de Cinema de Triunfo serão realizados três encontros sobre políticas culturais promovidas pela Secult-PE. Os eventos acontecerão na Fábrica de Criação Popular do Sesc PE. Na quarta-feira (7/12), às 14h30, é a vez do Seminário Gênero, Raça e Produção Cultural, com as debatedoras Tatiana Enis e Lenne Ferreira, e mediação de Suely Oliveira, secretária-executiva da Secult-PE.

Na quinta-feira (8/12), no mesmo horário, será realizada a Oficina Políticas Culturais: LPG e LAB, com os debatedores Carol Zirpoli e Milena Evangelista, representantes do Conselho Estadual do Audiovisual, e mediação de Cássio Ranieri, representante do Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio.

Na sexta-feira (9/12), também no mesmo horário, acontecerá o encontro Conselhos de Cultura: Participação Popular e Controle Social, com Oscar Barreto, secretário de Cultura de Pernambuco; Danilo Carias, vice-Presidente do Conselho Estadual de Políticas Culturais, e mediação de André Vasconcelos, secretário de Cultura de Triunfo.

PREMIAÇÃO - O troféu oficial do Festival Troféu Caretas, é concedido aos filmes escolhidos pelos júris oficial e popular, e faz referência às tradicionais figuras dos Caretas, que percorrem as ruas da cidade durante o Carnaval, há mais de 90 anos, com seus chicotes, chocalhos, ricos figurinos e mensagens satíricas trazidas em tabuletas.

O júri oficial irá julgar os filmes nas categorias: Melhor Direção, Melhor Fotografia, Melhor Montagem, Melhor Roteiro, Melhor Produção, Melhor Direção de Arte, Melhor Trilha Sonora, Melhor Som, Melhor Ator e Melhor Atriz.

Também serão distribuídos prêmios aos melhores filmes nas categorias Melhor longa-metragem Nacional (R$ 4 mil), Melhor curta-metragem Nacional (R$ 2 mil), Melhor Curta-metragem Pernambucano (R$ 2 mil), Melhor Curta-metragem Infanto-juvenil (R$ 2 mil) e Melhor Curta-metragem dos Sertões (R$ 2 mil).

Além do Troféu Caretas, outras duas premiações serão concedidas: O Troféu Fernando Spencer será concedido para o melhor personagem da categoria longa-metragem. Já o Troféu Cineclubista, criado pela Federação Pernambucana de Cineclubes (FEPEC), vai para o “melhor filme para reflexão” segundo a Fepec.

“A interiorização não é só por ser em Triunfo, no Sertão do estado, mas porque, a cada ano, vemos filmes do interior sendo produzidos e prestigiados por moradores da região, e é muito importante esse espaço de democratização da formação. O envolvimento da rede pública que estamos promovendo neste ano também chama a atenção do jovem para o cinema, preparando e qualificando para um olhar crítico e cidadão”, avalia Luciana Poncioni, coordenadora do Festival de Cinema de Triunfo.

Veja aqui a lista completa dos filmes.

Informações: Secult