Foto: Ricardo Stuckert

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirmou hoje (16/08), durante encontro com trabalhadores em São Bernardo do Campo (SP), a sua defesa da liberdade religiosa. Lula lembrou a lei sancionada por ele, em 2003, que deu garantias de funcionamento e segurança às igrejas. O instrumento jurídico proibiu o Estado de tomar qualquer decisão que impeça o funcionamento das entidades religiosas. Quase 20 anos depois, entretanto, a campanha de Jair Bolsonaro está tentando abordar a religião no discurso político, acusando falsamente que Lula irá fechar igrejas.

Lula disse que Bolsonaro tentar manipular a boa-fé dos dos evangélicos. “Ele está tentando manipular a boa-fé de homens e mulheres evangélicos que vão à igreja tratar da sua fé. Tratar da sua espiritualidade”, disse Lula. “Não haverá mentira nem fake news que mantenha você governando esse país, Bolsonaro”, completou o ex-presidente.

Informações: Assessoria