Foto: Pixabay

A Polícia Militar de Pernambuco divulgou uma série de itens que estão proibidos de entrarem em estádios de futebol em todo o estado. Alguns dos objetos já são de conhecimento da torcida que frequenta os locais de jogos, mas outros acabaram surpreendendo, como são os casos dos tradicionais rádios de pilha.

Em nota emitida pelo órgão de segurança, a justificativa para a proibição desses objetos é uma forma de prevenção de possíveis violências ocorridas dentro e fora dos estádios de Pernambuco. Ainda segundo a PM, a restrição atende aos protocolos implementados desde a Copa das Confederações, em 2013.

“Informamos que é vedado o ingresso de rádios de pilha, baterias, instrumentos musicais, apitos e porta-bandeiras, bem como outros objetos que representem risco à segurança.  A restrição atende aos protocolos de segurança implementados desde a Copa das Confederações e da Copa do Mundo no Brasil. Qualquer objeto que represente ameaça à integridade dos torcedores poderá ser apreendido. A restrição se dá por questões de segurança e prevenção à violência, devido ao risco de esses objetos serem arremessados ou utilizados em possíveis brigas de torcidas”, disse a nota.

Informações: Polícia Militar