O site oficial do orkut foi reativado de surpresa nesta quarta-feira (28) e seu criador, o turco Orkut Buyukkokten, anunciou novidades. A rede social, que tinha mais de 300 milhões de usuários quando foi desativada em 2014, estaria voltando como uma alternativa às opções disponíveis no momento.

O anúncio acontece alguns dias depois do bilionário Elon Musk comprar o Twitter e prometer uma rede social com plena "liberdade de expressão".

O fundador do Orkut publicou uma mensagem com o histórico da rede social e disse que criou a comunidade “onde ódio e desinformação não eram tolerados”.

Na “carta”, ele falou que as opções para encontrar e construir conexões reais estão escassas. Em crítica às redes sociais mais populares do momento, o engenheiro de software diz: “Nos dedicamos muito para tornar o orkut.com uma comunidade onde você pudesse conhecer pessoas reais que compartilhavam seus mesmos interesses, não apenas pessoas que curtiram e comentaram em suas fotos”.

“Nossas ferramentas online devem nos servir, não nos dividir. Elas devem proteger nossos dados, não vendê-los. Elas devem nos dar esperança, não medo e ansiedade. A melhor rede social é aquela que enriquece sua vida, mas não a manipula”, diz Orkut.

Buyukkokten terminou a mensagem com um misterioso: “Vejo vocês em breve!”

Ansiosa desde já por essa volta. Só faltava acontecer o retorno do Messenger né minha gente?

Amannda Oliveira