Temos a obrigação de oferecer um Pernambuco Melhor para as pessoas depois de 16 anos do PSB no poder

Foto: PC Cavalcanti

Ao menos 300 pessoas marcaram presença no lançamento da pré-candidatura de Zeca Cavalcanti  a deputado estadual na noite dessa quinta-feira (17). O ato político ficou repleto de populares e lideranças do Agreste e Sertão pernambucanos, com destaque para Miguel Coelho (pré-candidato a governador) e Fernando Filho (deputado federal)que referendaram o nome de Zeca para a Assembleia  Legislativa. 

Zeca iniciou seu discurso agradecendo aos arcoverdenses em nome dos vereadores Célia Galindo e Rodrigo Roa, que apoiam o seu nome para deputado estadual, a fim de colocar Arcoverde novamente no protagonismo político da região. Falou ainda  sobre as dificuldades que Pernambuco enfrenta na segurança, as péssimas estradas, o desemprego e altos impostos, e a má  qualidade da saúde e educação, frisando a necessidade de renovação da gestão com competência. 

Se colocando como um soldado em missão, Zeca disse estar preparado para contribuir com o desenvolvimento de Pernambuco ao lado de Miguel Coelho e lembrou que ainda existe uma luz para os pernambucanos. "Pernambuco precisa do novo mas, não queremos o novo vazio não. Queremos o novo com competência, o novo com as mãos e o coração cheios de esperança, o novo que já tem aprovação do pernambucano", lembrou referindo-se a exitosa gestão de Miguel como prefeito de Petrolina.

De acordo com Zeca Cavalcanti, o governo de Pernambuco tem demonstrado incompetência e amadorismo e só tem feito o estado cair em qualidade. "Estamos perdendo a oportunidade de oferecer uma vida melhor para as pessoas. O povo está perdendo qualidade de vida e isto não é justo com o pernambucano", frisou Zeca. 

Dando aval ao seu pré-candidato a deputado estadual Zeca Cavalcanti, Miguel Coelho criticou o governador de Pernambuco,  Paulo Câmara, e disparou: "Pernambuco tem jeito, potencial e vocação. O que tá faltando é  liderança para o nosso estado. Tem gente preguiçosa, acomodada, que gostou mais do gabinete do que das ruas. Eu quero andar Pernambuco inteiro para dizer a cada um dos pernambucanos como vamos reerguer o nosso estado", pontou Miguel.  

A noite ainda foi marcada por um ato simbólico de filiação. Zeca Cavalcanti assinou a sua ficha de filiado ao novo partido União Brasil engrossando o caldo dos pré-candidatos pela legenda no estado.

Informações: Assessoria de Comunicação