O Banco Central disponibilizou nesta segunda-feira (7) um novo site exclusivo para o SVR (Sistema Valores a Receber), com os dados de contas esquecidas por clientes em bancos. Mas as consultas só poderão ser feitas a partir da próxima segunda-feira, 14 de fevereiro.

Segundo o BC, todo o relacionamento do cidadão com o SVR se dará no novo site (valoresareceber.bcb.gov.br). Não será possível consultar ou solicitar valores no SVR no site principal do BC.

O novo endereço foi criado para ampliar a capacidade de atendimento, depois que o aumento de demanda derrubou o site do BC no último dia 24, após a divulgação do serviço que permite que cidadãos e empresas consultem se têm algum dinheiro "esquecido" a receber em bancos e demais entidades do sistema financeiro.

O novo serviço possibilitará que a população confira se tem dinheiro em contas encerradas com saldo disponível ou devido a tarifas cobradas indevidamente em operações de crédito, por exemplo. A consulta aos valores esquecidos será feita em duas fases. O BC calcula que há R$ 3,9 bilhões em valores esquecidos nas instituições financeiras nessa primeira etapa, de 28 milhões de CPF e CNPJ. No total, são R$ 8 bilhões.

Como será a consulta

No momento da consulta em valoresareceber.bcb.gov.br o cidadão saberá se tem valor a receber e, caso positivo, receberá a data para conhecer esses valores e solicitar sua transferência, a partir do dia 7 de março.

O BC recomenda que o cidadão volte ao site valoresareceber.bcb.gov.br na data informada. Caso não compareça nessa data, o cidadão terá que fazer uma nova consulta para receber uma nova data para pedir o resgate.

Entretanto, o cidadão não deve se preocupar se perder a data por algum motivo. Ele poderá voltar ao site valoresareceber.bcb.gov.br a qualquer momento e receber uma nova data de agendamento.

"O cidadão nunca perde o direito sobre os valores em seu nome. As instituições financeiras guardarão esses recursos pelo tempo que for necessário, esperando até que o cidadão solicite a devolução", afirma o BC em nota.

Não será possível consultar ou solicitar os valores no site principal do Banco Central nem dentro do sistema Registrato. Todas as consultas e solicitação serão feitas exclusivamente em valoresareceber.bcb.gov.br. No site valoresareceber.bcb.gov.br há um passo-a-passo para o resgate dos valores do SVR.

A pessoas precisará de um login Gov.br nível prata ou ouro para acessar o Sistema Valores a Receber. Não será possível acessar o sistema com seu login Registrato. Se o cidadão ainda não possuir login Gov.br, ele pode fazer seu cadastro gratuito neste link ou pelo App Gov.br (link IOS e link Android).

Os cuidados para que o cidadão não caia em golpes

- O único site para consulta ao SVR e para solicitação de valores é valoresareceber.bcb.gov.br.

- O Banco Central não envia links nem entra em contato com o cidadão para tratar sobre valores a receber ou para confirmar seus dados pessoais.

- Ninguém está autorizado a entrar em contato com o cidadão em nome do Banco Central ou do Sistema Valores a Receber.

- Portanto, o cidadão nunca deve clicar em links suspeitos enviados por e-mail, SMS, WhatsApp ou Telegram.

- O cidadão não deve fazer qualquer tipo de pagamento para ter acesso aos valores. É golpe!

- Por fim, uma informação importante: apenas após o cidadão acessar o sistema (ou se já o acessou nos dias 24 e 25/01) e somente no caso de pedir o resgate sem indicar uma chave Pix, a instituição financeira que o cidadão escolheu entrará em contato com ele para realizar a transferência. Mesmo nesse caso bastante específico, essa instituição não pode pedir que o cidadão informe seus dados pessoais nem sua senha.

Fonte: Banco Central