quarta-feira, 10 de novembro de 2021

Arcoverde: Sintema cobra transparência sobre reforma administrativa que pode prejudicar servidores

Foto: Amannda Oliveira

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Arcoverde – SINTEMA, promoveu na noite desta terça-feira (09) uma nota cobrando explicações e transparência do prefeito Wellington Maciel (MDB), sobre um projeto de Reforma Administrativa que já estaria pronto para ser enviado à Câmara de Vereadores e que pode prejudicar o funcionalismo municipal com perdas e reduções salariais, além de extinção de direitos conquistados ao longo dos anos.

Na nota, o Sintema diz que “ao saber dos rumores de eventual reforma a direção do sindicato procurou a administração municipal para reivindicar assento no conselho que chancelaria o projeto de lei de reforma administrativa, mas não foi atendida” e informa que tal projeto deve ser encaminhado para votação no estilo “rolo compressor”, sem direito a discussões. Segundo informações, a tal reforma administrativa cortaria gratificações dos servidores efetivos, mudaria questões relativas a previdência e aumentaria os salários dos secretários e cargos comissionados. 

Confira a nota do SINTEMA:

NOTA

Em reunião na noite desta terça, dia 09 de novembro, o SINTEMA resolve tornar pública a pretensão da Prefeitura de Arcoverde de fazer uma reforma administrativa que pode afetar diretamente a vida de centenas de servidores públicos municipais. Ao saber dos rumores de eventual reforma a direção do sindicato procurou a administração municipal para reivindicar assento no conselho que chancelaria o projeto de lei de reforma administrativa, mas não foi atendida.

Para que eventuais alterações fossem efetivadas, antes das discussões na Câmara de Vereadores, as comissões do Poder Legislativo seriam ignoradas já que estamos há apenas 25 dias do recesso legislativo e e a pretensão da administração municipal é que a lei esteja em vigor em 1º de janeiro. Seria no popular, um rolo compressor.

Como pode um projeto de lei que pode modificar a vida de centenas de pessoas, servidores e servidoras, famílias de funcionários públicos, nos próximos anos ou pro resto da vida seja aprovado do dia pra noite sem o devido cuidado, sem debates, sem discussão com quem mais será afetado pela pretendida reforma?

Precisamos conhecer o conteúdo dessa verdadeira caixa preta, que vem vestido de “novo”, mas que quer fazer igual ao passado e colocar a conta para ser paga pelos servidores públicos municipais. Será que vão triplicar os salários dos secretários e comissionados ao custo de diminuir os rendimentos e ganhos dos servidores efetivos, concursados?  E para onde vai nossa previdência, vítima de um rombo ainda desconhecido? Nossos planos de cargos e carreiras vão sair do imaginário? Ou seremos apenas alunos de mentes brilhantes da autoestima enquanto vemos nossos direitos ignorados ou retirados?

O que o Sintema, seus associados e todos os demais servidores públicos municipais efetivos cobram é transparência do governo municipal, mesa de diálogo, pois toda e qualquer reforma administrativa afeta a vida do servidor por anos, décadas ou pelo resto de suas vidas. O que tanto escondem com essa tal “reforma administrativa”? O servidor cobra respostas Sr. Prefeito!

SINTEMA – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Arcoverde 

Fonte: A Folha das Cidades

Nenhum comentário:

Postar um comentário