quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Venda de refrigerantes poderá ser proibida em escolas

Foto: Pixabay

Gastrite, cáries, obesidade, envelhecimento precoce, problemas cardíacos e até osteoporose são algumas das doenças causadas pelo consumo excessivo de refrigerante na infância. Devido a esses dados alarmantes, a Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor (CTFC) do Senado, aprovou, nesta o projeto que proíbe a venda de refrigerantes em escolas de nível infantil e médio.

O projeto define ainda que os refrigerantes contenham rótulos alertando para o risco do seu consumo.

A proposta, segue para a Comissão de Assuntos Sociais. 

Informações: Agência Senado

Nenhum comentário:

Postar um comentário