quarta-feira, 18 de agosto de 2021

Governo de Pernambuco lança programa 'TestaPE' para testagem em massa

Foto: Hélia Scheppa

Na manhã desta terça-feira (18), o governo de Pernambuco apresentou o programa de testagem em massa chamado ‘TestaPE’. O objetivo do programa é controlar a presença da Covid-19 no estado, em especial o avanço da variante Delta. Ao todo foram comprados cerca de 1.090.713 testes rápidos de antígenos para conseguir alcançar a meta de realizar a testagem de 10% da população de Pernambuco nos próximos seis meses. Para a compra dos testes, o estado realizou o investimento de mais de R$ 7,6 milhões.

O secretário de Saúde do estado, André Longo, afirmou que a SES-PE já realizou o treinamento e capacitação com as gerências do estado para colocar em prática o programa de testagem em massa. “Os municípios e instituições parceiras irão disponibilizar estrutura física e recursos humanos. No local onde não tiver equipes de saúde a SES vai ajudar as secretarias de saúde locais apoiando”, afirmou o secretário.

Similar ao exame de biologia molecular RT-PCR, o teste rápido de antígeno que será adotado no TestaPE também é feito através da coleta de material biológico da nasofaringe (nariz e garganta) do paciente com swab nasal. A diferença é que o resultado, ao contrário do RT-PCR, é de, aproximadamente, 30 minutos.

O TestaPE tem como foco testar pessoas sintomáticas ou pessoas que tiveram contato com pessoas sintomáticas e pretende fazer a busca ativa de casos novos em locais com grande circulação de pessoas. Dessa forma, amanhã (19) serão distribuídos 2% dos testes para cada municípios e distribuir, ao todo, o quantitativo referente a 10% da população de cada cidade de Pernambuco.

O governador Paulo Câmara (PSB) afirmou que o investimento de mais de 7 milhões de reais em testes faz parte do planejamento de controle da pandemia no estado e evitar que a variante Delta se espalhe rapidamente no estado como vem ocorrendo em outras regiões do Brasil.

“Foi tudo muito rápido. Tivemos em meados de março de 2020 montar toda uma estrutura de saúde. O grande objetivo de todo o esforço no estado de Pernambuco é salvar vidas. Pernambuco é o único estado do Brasil que tem uma taxa de mortalidade em 2021 menor que a de 2020. No entanto, as ameaças continuam. Mesmo com o processo de vacinação acelerado, a variante delta já é uma realidade com mais força em alguns estados brasileiros”, reforçou Paulo Câmara.

Com a entrega dos exames, os municípios devem organizar sua logística para testar a população a partir de três eixos: na porta de entrada da rede de saúde (unidades básicas de saúde, policlínicas e as Unidades de Pronto Atendimento); nos locais com grande circulação de pessoas, como os terminais integrados de ônibus e estações de metrô; e nos serviços do setor público e privado, através de parcerias com instituições do terceiro setor.

“Vamos conseguir detectar a doença no momento em que o vírus está mais ativo, ou seja, mais contagioso. E vamos orientar os casos positivos que respeitem o isolamento e as recomendações médicas. É uma atitude responsável que vai ajudar nosso Estado a continuar avançando no Plano de Convivência e na retomada econômica”, disse o governador.

ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário