quinta-feira, 12 de agosto de 2021

Câmara mantém na reforma eleitoral e volta das coligações partidárias.

Imagem: Pixabay

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (11), em primeiro turno, o texto-base da proposta de emenda à Constituição (PEC) que promove uma reforma nas regras para as eleições de deputados e vereadores à partir de 2022.

Com o anúncio de um acordo para retirar da PEC o chamado “distritão”, os partidos concordaram em manter, como uma espécie de “redução de danos”, a retomada das coligações partidárias nas votações proporcionais – que também é vista como retrocesso por especialistas. Foram 333 votos a favor da coligação e 149 contra

A implementação do distritão implica eleger os candidatos mais votados – sem qualquer redistribuição dos votos. A formação de coligações, por outro lado, serve justamente para orientar o remanejamento da votação entre os partidos que firmaram acordo.

Fonte: Isto É

Nenhum comentário:

Postar um comentário