terça-feira, 8 de junho de 2021

Secretaria de Educação de Pernambuco lança concurso cultural Paulo Freire


Em homenagem ao Centenário de nascimento do educador pernambucano Paulo Freire, a Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco lançou nesta segunda-feira (7) o concurso cultural “Paulo Freire: 100 anos em (con)texto”. O anúncio foi realizado durante reunião da Comissão Organizadora do centenário Paulo Freire, veiculada pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) em seu canal no YouTube.  


A reunião contou com a presença do deputado estadual Paulo Dutra;  de Erivalda Torres, professora do Centro Paulo Freire; de Ieda Nogueira, do Conselho Estadual de Educação; de Eliete Santiago, representando a Cátedra Paulo Freire, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE); da secretária executiva de Desenvolvimento da Educação, Ana Selva; de Marcelo Barros, secretário estadual de Educação e Esportes, e outros membros da comissão organizadora do centenário.


Com o objetivo de perpetuar o legado deixado pelo educador pernambucano, Paulo Dutra elaborou um projeto de lei instruindo unidades de ensino a reviverem os conceitos de Paulo Freire. "Para mim é de grande alegria fazer parte da comissão de educação, como também fazer parte da comemoração do centenário enquanto legislador. A lei fortalece uma outra lei já existente, criada em 2017 pelo deputado estadual Isaltino Nascimento, que engloba vivenciar Paulo Freire para que seu legado não seja esquecido”, pontuou Dutra sobre a lei 17.284/2021, sancionada pelo governador Paulo Câmara. A lei em questão define que escolas vivenciem atividades culturais e pedagógicas na semana em que Paulo Freire comemoraria o aniversário, datado em 19 de setembro. 


Para Marcelo Barros, secretário estadual de Educação e Esportes, o momento é de satisfação.  “Ao longo de todo ano a nossa rede estadual vai abordar e vivenciar os ensinamentos do patrono da educação brasileira e pernambucana. Nossas escolas estão sendo orientadas a viver essas experiências que vão traduzir a essência de Paulo Freire, possibilitando que pessoas de classes menos favorecidas desenvolvam uma consciência crítica de sua situação e se coloque como protagonista de sua vida”, afirmou o secretário. 


Ao falar sobre o concurso cultural, Marcelo explicou que todos estudantes da rede estadual podem participar e será composto por três categorias: poema, cartão postal e vídeo.  “Cada uma dessas categorias possui um tema que representa uma citação de Paulo Freire. O estudante deve abordar este tema em seu projeto”, contou. 


Além do concurso, escolas da Rede Estadual já estão realizando atividades e ações comemorativas. Para Ana Selva, secretária executiva de Desenvolvimento da Educação (SEDE/SEE), o centenário vai além das datas. “É muito satisfatório estar comemorando um ano tão importante a tantas mãos, esse é o melhor da história toda. Estarmos de forma conjunta, entre tantas instituições, vivendo os ensinamentos de Freire. O mais importante nestas ações é que os estudantes possam vivenciar Freire. Entender os conceitos ‘freirianos’ como algo vivo dentro da nossa sociedade, e captar a importância disso para nossa formação humana, política e pedagógica”, pontuou Ana.  A exposição das ações e atividades realizadas ao longo do ano, assim como a premiação do concurso “Paulo Freire: 100 anos de con(texto)”, serão realizadas em setembro, quando haverá a culminância do centenário. 



Selo  Comemorativo Centenário Paulo Freire - Em paralelo, a Alepe desenvolveu um selo para celebrar o Ano Legislativo Educador Paulo Freire, que deve ser usado nas comunicações internas e externas da assembleia.


Clique aqui para acessar o edital do concurso.


Milla Miguel 

Nenhum comentário:

Postar um comentário