quarta-feira, 26 de maio de 2021

Arcoverde inicia vacinação para pessoas com comorbidades de 18 a 59 anos, contra a Covid-19

Arte: Robson Lima

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Arcoverde, através da coordenação do PNI Municipal, inicia nesta quinta-feira (27/05) a imunização contra a Covid-19 de pessoas entre 18 e 59 anos, que possuam comorbidades.

A imunização estará disponível nos pontos de apoio, com tendas na Praça da Bandeira e no São Cristóvão, priorizando o grupo de comorbidades de todas as pessoas, entre 18 e 59 anos, com as seguintes condições: doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise); obesidade mórbida; Síndrome de Down; transplantados de órgãos sólidos ou medula óssea; pessoas vivendo com HIV e imunossuprimidos, que são indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias, pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses e com neoplasias hematológicas.

Também estão inclusos nessa fase pessoas com comorbidades como: Anemia Facilforme, Arritimias Cardíacas, Cardiopatias Hipertensivas, Cardiopatias Congênitas no adulto, Cirrose Hepática Cor-Pulmonale e Hipertenção Pulmonar, Dabetes Melltus, Doença Cerebrovascular, Doença Renal Crônica, Doenças de Aorta dos Grandes Vasos e Fístulas Arteriovenosas, Hipertensão Arterial Resistente (nos estágios 1 e 2 com lesão em órgão alvo e/ou comorbidade), Insuficiência Cardíaca (1C), Imunossuprimidos, Obesidade Mórbida, Pneumopatias Crônicas Graves, Próteses Valvares e Dispositivos, Cardíacos Implantados, Síndromes Coronarianas, Síndrome de Down, Valvopatias, Miocardopatias e Pericardiopatas. 

Para comprovação das comorbidades, além do modelo de atestado produzido pela SES, também poderão ser anexados outros documentos, como receitas, relatório médico, prescrição médica, e outros que contenham carimbo da unidade com Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) e assinatura e carimbo do profissional responsável.

“Estas vacinações seguem todas as orientações emitidas pela Secretaria Estadual de Saúde, sobre a estratégia de vacinação dos grupos de pessoas com comorbidades e considerando especialmente as entregas escalonadas de doses das vacinas contra a Covid-19, pelo Ministério da Saúde e pelos laboratórios produtores”, ressalta a coordenadora municipal do PNI, Cláudia Cunha.


ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário