terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

Cientistas confirmam grande eficácia de antiviral de última geração no combate à Covid-19

Foto: Pixabay


De acordo com um estudo publicado na revista Viruses, pesquisadores da China e do Reino Unido afirmaram que um medicamento antiviral já existente chamado tapsigargina funciona centenas de vezes mais que outros medicamentos antivirais, tendo capacidade de tratar até mesmo o novo coronavírus e também o vírus da gripe comum.

Os pesquisadores salientaram que a tapsigargina demonstra estabilidade no ambiente ácido do estômago, e que, portanto, pode ser ingerido por via oral. Além disso, a segurança do medicamento foi testada durante tratamento medicamentoso do câncer de próstata. E não existem fatos registrados da resistência do vírus à tapsigargina. Segundo os cientistas, outra vantagem do remédio é que ele pode ser tomado por pessoas assim como por animais de estimação.

O chefe do estudo, Kin-Chow Chang, da Escola de Medicina e Ciência Veterinária, Ciências Biológicas, Farmácia, Medicina e Química da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, declarou que a pandemia destaca a necessidade de antivirais eficazes para tratamento de infecções ativas, bem como vacinas, para a prevenção da infecção.

Em pesquisas anteriores já havia sido demonstrado que em pequenas doses a tapsigargina ativa a resposta imune antiviral congênita contra três tipos de vírus respiratórios: vírus da gripe comum, vírus sincicial respiratório (VSR) e vírus influenza A (H1N1). Também os resultados dos testes de laboratório em culturas celulares e de animais mostraram que tapsigargina é eficaz como tratamento profilático e durante a infecção ativa. O medicamento ainda previne a replicação do vírus em células durante pelo menos 48 horas depois de apenas uma dose.

Os cientistas explicaram que os vírus da gripe, novo coronavírus e VSR são patógenos globais que atacam humanos e animais e que a tapsigargina é um remédio da nova geração. Ao contrário dos medicamentos antivirais habituais, que possuem o vírus como alvo, a tapsigargina atua no sistema imunológico, de forma que pode ser aplicado para tratar tanto os vírus contemporâneos como os futuros em humanos e animais.

Informações: Diário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário