sábado, 17 de outubro de 2020

Secult-PE e Fundarpe divulgam resultado preliminar dos editais do Funcultura Audiovisual

O Governo do Estado de Pernambuco, por meio da Secult-PE e Fundarpe, divulgam, neste sábado (17), o resultado preliminar dos editais do 12º e 13º Editais do Funcultura Audiovisual. Confira os detalhes abaixo:

12º Edital do Funcultura Audiovisual 

O 12º Edital do Funcultura Audiovisual registrou 118 inscrições, de nove municípios pernambucanos, divididos em oito Regiões de Desenvolvimento. Após a habilitação da fase documental, 98 propostas foram analisadas pelas Comissões Técnicas e Temáticas, sendo 51 de Longa-metragem e 47 de Produtos para Televisão.

O processo de seleção consistiu em três fases: análise documental, análise de mérito e a defesa oral dos projetos. A última fase de seleção contemplou a realização de 43 entrevistas, com projetos das duas categorias.

Ao final, 18 projetos foram selecionados, sendo oito de Longa-metragem e dez de Produtos para Televisão.

ACESSIBILIDADE
No tocante à acessibilidade, todos os projetos inscritos no 12º Edital Funcultura Audiovisual preveem em seus orçamentos e cópias finais a inserção das seguintes modalidades de acessibilidade comunicacional: Audiodescrição (AD), Legenda para Surdos e Ensurdecidos (LSE) e Libras.

Além desta exigência, o Edital estabeleceu critério de pontuação específico para projetos que possuem em sua equipe principal profissionais com mobilidade reduzida ou deficientes, em suas múltiplas especificidades, seja auditiva, visual, motora, intelectual ou múltipla.

REGIONALIZAÇÃO
Foram incorporados itens como pontuação diferenciada e reserva de aprovação para proponentes residentes fora da RMR. Dos 118 projetos inscritos, cerca de 94% são da RMR, 2% são do Sertão, 2% do Agreste e 2% da Mata. Mesmo com essa concentração na RMR, dos 18 projetos aprovados, 17% são de proponentes residentes no interior, sendo o Sertão a RD que mais aprovou projetos fora da RMR.

GÊNERO E INCLUSÃO
Sob a atuação da mulher nas obras audiovisuais – nas funções de roteiro e direção – 55% dos 18 projetos de obras audiovisuais serão dirigidos ou roteirizados por mulheres. Ainda, 22% contam com diretores e/ou roteiristas negros/as e indígenas.

Foi estabelecido um percentual mínimo de 50% de aprovação para projetos de obras audiovisuais dirigidos e/ou roteirizados por profissionais mulheres, negros/as e indígenas, porém o resultado superou o estabelecido e atingiu o percentual de 61% dos projetos aprovados dirigidos e/ou roteirizados por profissionais mulheres, negros/as e indígenas.

COMISSÕES TÉCNICAS E TEMÁTICAS
As comissões de assessoramento técnico e temático foram compostas por profissionais indicados pelo Conselho Consultivo do Audiovisual de Pernambuco. Confira os pareceristas que realizaram as análises de mérito dos projetos inscritos, clicando aqui.

SUMÚLAS DE ANÁLISE E RECURSOS
Os proponentes de projetos não aprovados poderão solicitar as súmulas de análise através do e-mail audiovisualpe@gmail.com, informando o nome do projeto e o proponente, pelo período de 90 dias.

Os proponentes poderão recorrer do resultado de 19 a 23 de outubro. Os recursos devem ser enviados exclusivamente para o e-mail funcultura.recursos@gmail.com.

Confira AQUI o Resultado Preliminar.
Baixe o modelo para apresentação de recurso AQUI.
Confira AQUI os documentos relacionados ao processo.

13º Edital Funcultura Audiovisual 2019/2020

O 13º Edital do Funcultura Audiovisual recebeu 470 inscrições, de 42 municípios pernambucanos, divididos nas 12 Regiões de Desenvolvimento. Após a habilitação da fase documental, 410 propostas foram analisadas pelas comissões Técnicas e Temáticas, sendo 150 de Curta ou Média metragem, 13 de Pesquisa e Preservação, 25 de Difusão, 26 de Formação, 24 de Desenvolvimento do Cineclubismo, 45 de Revelando os Pernambucos, 5 de Games, 3 de Websérie/Webcanal, 53 de Desenvolvimento de Longa metragem, 17 de Finalização e Distribuição de Longa metragem, 39 de Desenvolvimento de Produtos para Televisão e 10 de Obra Seriada de Curta Duração.

O processo de seleção consistiu em três fases: análise documental, análise de mérito e a defesa oral dos projetos. A última fase de seleção contemplou a realização de 159 entrevistas com projetos de todas as categorias, com exceção de Desenvolvimento de Cineclubes, Revelando os Pernambucos, Games e Websérie/Webcanal, cuja seleção dispensa essa etapa.

Ao final, 127 projetos foram selecionados, sendo: 25 Curta ou média metragem,16 de Desenvolvimento do cineclubismo, 17 de Difusão, 10 de Formação, 3 de Games, 12 de Desenvolvimento de Longa metragem, 8 de Finalização e Distribuição de Longa metragem, 11 de Desenvolvimento de Produtos para Televisão, 4 de Obra seriada de curta duração, 5 de Pesquisa e preservação, 14 de Revelando os Pernambucos e 2 de Websérie webcanal.

ACESSIBILIDADE
No tocante à acessibilidade, o Funcultura Audiovisual estabeleceu critérios de pontuação específicos, além de se alinhar às regras da Ancine. Nessa 13ª edição, dos 470 projetos inscritos, cerca de 76% contam com recursos de acessibilidade comunicacional e dos 127 projetos aprovados, 78% preveem ações nesta área.

REGIONALIZAÇÃO
Foram incorporados itens como pontuação diferenciada e reserva de aprovação para proponentes residentes fora da RMR. Dos 470 projetos inscritos, cerca de 73% são da RMR, 12% são do Sertão, 11% do Agreste, 3% da Mata e 1% não informaram. Mesmo com essa concentração na RMR, dos 127 projetos aprovados, 47% são de proponentes residentes no interior, sendo o Sertão a RD que mais demandou e aprovou projetos.

GÊNERO E INCLUSÃO
Sob a atuação da mulher nas obras audiovisuais – nas funções de roteiro e direção – 30,7% dos projetos aprovados são compostos por mulheres na direção e/ou roteiro.
Foi destinado um percentual mínimo de 20% de aprovação para projetos de obras audiovisuais dirigidos e/ou roteirizados por profissionais negros/as e indígenas, mantendo ainda a pontuação diferenciada para as demais categorias. Desta forma, dos 127 projetos aprovados de obras audiovisuais, 24,40% contam com diretores e/ou roteiristas negros/as e indígenas.

WEBSÉRIE/WEBCANAL
Novidade nesta edição, a categoria Websérie/Webcanal foi incorporada ao edital com a finalidade de estimular a produção de conteúdos audiovisuais culturais brasileiros veiculados de forma gratuita e com acesso livre na internet, que apresentem temáticas artísticas ou que abordem questões sociais e culturais da atualidade.

COMISSÕES TÉCNICAS E TEMÁTICAS
As comissões de assessoramento técnico e temático foram compostas por profissionais indicados pelo Conselho Consultivo do Audiovisual de Pernambuco. Confira os pareceristas que realizaram as análises de mérito dos projetos inscritos, clicando aqui.

SUMÚLAS DE ANÁLISE E RECURSOS
Os proponentes de projetos não aprovados poderão solicitar as súmulas de análise através do e-mail audiovisualpe@gmail.com, informando o nome do projeto e o proponente, pelo período de 90 dias.

Os proponentes poderão recorrer do resultado de 19 a 23 de outubro. Os recursos devem ser enviados exclusivamente para o e-mail funcultura.recursos@gmail.com.

Confira AQUI o Resultado Preliminar.
Baixe o modelo para apresentação de recurso AQUI.
Confira AQUI os documentos relacionados ao processo.

Fundarpe

2 comentários:

  1. Nos projetos aprovados estão duas Mostras de Cinema em Arcoverde.

    II Mostra Cine Arcoverde - Mostra de Cinema independentede de Arcoverde. Foi aprovado pelo Funcultura o projeto para a sua segunda edição.
    Em 2018, foi realizada, com recursos próprios e parcerias com Sesc, Prefeitura, Cocar, cineclube Locomotivo, Teatro de Retalhos, Riso da terra, (entre outros grupos) e comércio (hotéis e restaurantes), a I Mostra Cine Arcoverde _ Mostra de Cinema independente de Arcoverde. Formato idealizado e coordenado por Lorena Arouche e Camilla Lapa. Depois da experiência exitosa tivemos agora nosso projeto para a segunda edição da Mostra aprovado no Funcultura. Arcoverde, além da Mostra infantil Caixola, passa a ter uma segunda, mostra abrangendo todos os públicos, entrando merecidamente no circuito audiovisual de Pernambuco. Planejamos exibições especiais para o cinema Rio Branco. Haverá exibições nas Caraíbas e nos bairros. Contamos com o apoio de todos.
    Djalma Galindo

    ResponderExcluir
  2. II Mostra Cine Arcoverde - Mostra de Cinema independentede de Arcoverde. Foi aprovado pelo Funcultura o projeto para a sua segunda edição.
    Em 2018, foi realizada, com recursos próprios e parcerias com Sesc, Prefeitura, Cocar, cineclube Locomotivo, Teatro de Retalhos, Riso da terra, (entre outros grupos) e comércio (hotéis e restaurantes), a I Mostra Cine Arcoverde _ Mostra de Cinema independente de Arcoverde. Formato idealizado e coordenado por Lorena Arouche e Camilla Lapa. Depois da experiência exitosa tivemos agora nosso projeto para a segunda edição da Mostra aprovado no Funcultura. Arcoverde, além da Mostra infantil Caixola, passa a ter uma segunda, mostra abrangendo todos os públicos, entrando merecidamente no circuito audiovisual de Pernambuco. Planejamos exibições especiais para o cinema Rio Branco. Haverá exibições nas Caraíbas e nos bairros. Contamos com o apoio de todos.
    Djalma Galindo

    ResponderExcluir