quarta-feira, 9 de setembro de 2020

Eleitor sem máscara não entrará em local de votação

O plano sanitário elaborado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as eleições municipais deste ano definiu que o eleitor é obrigado a chegar no local de votação com máscara de proteção cobrindo nariz e boca. Caso não o faça, não poderá entrar e votar. 

O plano foi apresentado nesta terça-feira pelo presidente do TSE, Luís Roberto Barroso. Além disso, se um eleitor se recusar a higienizar as mãos com álcool em gel disponibilizado em cada seção eleitoral, ele será impedido de votar. 

As urnas não serão higienizadas após cada votação, por isso as eleitores deverão cuidar da higiene das mãos antes e depois de realizar o voto.

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário