segunda-feira, 31 de agosto de 2020

Prefeitura de Garanhuns entrega Centro de Atendimento e Enfrentamento à Covid-19

A Prefeitura de Garanhuns, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, entregou, mais um dispositivo de enfrentamento ao coronavírus no município. O Centro de Atendimento e Enfrentamento à Covid-19 de Garanhuns está localizado na avenida Rui Barbosa, nº 391, no bairro Heliópolis, e irá fortalecer diretamente os serviços prestados para casos suspeitos e confirmados, em Garanhuns. O prefeito Izaías Régis visitou as instalações, onde esteve acompanhado da secretária municipal de Saúde, Nilva Mendes.

No município, foi instalado um centro do tipo II, que funcionará de segunda a sexta-feira, das 12h às 20h, para atendimento de casos suspeitos e confirmados de infecção pelo Sars-Cov-2, possibilitando o diagnóstico e acompanhamento para os casos positivos, de acordo com protocolos que respeitem autonomia médica e do paciente.

Os Centros de Atendimento e Enfrentamento à Covid-19 foram instituídos em caráter excepcional e de emergência, de acordo com a portaria de Nº 1.445, de 29 de maio de 2020, e compreendem os espaços físicos estruturados pela gestão municipal e do Distrito Federal para o acolhimento e atendimento de usuários com queixas relacionadas aos sintomas de Covid-19.

No dispositivo será possível identificar precocemente os casos suspeitos, por meio do acolhimento com classificação de risco, visando à identificação da necessidade de acompanhamento direto dos casos, em sala específica para tal atividade. Além de estabelecer potencial de risco, presença de agravos à saúde ou grau de sofrimento; e estabilização e encaminhamentos necessários, seguindo os protocolos do Ministério da Saúde. “Já temos cinco Unidades Básicas de Saúde que funcionam em horário estendido para atendimento de pessoas com sintomas semelhantes aos da infecção pelo coronavírus. E neste centro também vamos trabalhar o diagnóstico precoce e tratamento de casos de Covid-19, de acordo com os protocolos do Ministério da Saúde, respeitando ainda a autonomia médica e a escolha de cada paciente”, pontuou a secretária Nilva Mendes.

Também será realizada a testagem da população de risco, considerando os públicos-alvo e respectivas e indicações do Ministério da Saúde; atuando em parceria com a equipe de vigilância local; e demais níveis de atenção à saúde. Além de orientar a população sobre as medidas a serem adotadas durante o isolamento domiciliar e sobre medidas de prevenção comunitária.

ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário