quinta-feira, 9 de abril de 2020

Miss e primeiro-ministro voltam a trabalhar como médicos

Bhasha Mukherjee e Leo Varadkar - Fotos: CNN e EPA
Apelo à solidariedade! Alguns países da Europa, onde os hospitais não estão dando conta de atender a tantos pacientes com coronavírus, estão pedindo para que médicos fora da função retornem à medicina, nesse momento de emergência.

A Miss Inglaterra e o Primeiro Ministro da Irlanda atenderam ao pedido e anunciaram que vão abandonar suas funções para fazer atendimento de pacientes infectados.

Médica de formação, Bhasha Mukherjee, é a Miss Inglaterra 2019.


Ela largou a profissão no ano passado para fazer trabalhos de caridade ligados ao título e agora com a pandemia pediu para voltar a atender no hospital Pilgrrim, em Boston, onde trabalhava.

“Não há momento melhor para ser Miss e ajudar a Inglaterra em um momento de necessidade”, disse Bhasha à CNN.

Ela fazia um trabalho voluntário na Índia e terá que cumprir duas semanas de isolamento antes de voltar ao hospital.

Bhasha Mukherjee é especializada em doenças respiratórias e vai ajudar na linha de frente do combate ao coronavírus.

Primeiro-ministro

O Primeiro-ministro da Irlanda, Leo Varadkar, vai trabalhar um dia por semana nos hospitais, informou um porta-voz dele.

Leo Varadkar é filho de um médico e uma enfermeira e trabalhou como médico por sete anos antes de abandonar o jaleco para seguir a carreira política.

Ele ofereceu seus serviços ao Health Service Executive (HSE), programa de serviços sociais e de saúde da Irlanda.

“Muitos dos familiares e amigos dele estão trabalhando no serviço de saúde. Ele queria ajudar, mesmo que em pequena escala”, disse o porta-voz ao The Guardian.

Com informações da CNN e The Guardian

sonoticiaboa.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário