sexta-feira, 10 de abril de 2020

Fiocruz vai liderar pesquisa da OMS no Brasil

FioCruz/RJ - Foto: Karla Tauil/Wikipedia

A Fiocruz teve sua excelência reconhecida pela OMS, Organização Mundial da Saúde.

A OMS oficializou, na quarta-feira, 8, a indicação do Laboratório de Vírus Respiratórios e do Sarampo da Fiocruz – Instituto Oswaldo Cruz – como laboratório de referência para o combate ao novo coronavírus nas Américas.

Com isso, a unidade poderá receber amostras de COVID- 19 de outros países da região, para realizar o sequenciamento genético, localizar mutações e seguir os estudos que possam levar ao desenvolvimento de uma vacina e testes de medicamentos.

O laboratório já estava encarregado pelo governo federal de testar amostras e auxiliar outras instituições do país para também realizarem testes do o novo coronavírus.

A escolha da OMS foi feita para avaliar, em menos tempo, medicamentos mais seguros e eficazes para tratar a infecção pelo coronavírus, como a cloroquina e hidroxicloroquina.

Os que comprovarem melhor resposta terapêutica passarão a fazer parte do protocolo de tratamento.

No Brasil, serão fabricados em Farmanguinhos, vinculado à Fiocruz, para abastecer o Sistema Único de Saúde (SUS). Ainda não há data para início e término da pesquisa clínica.

O estudo

O estudo envolverá centros de pesquisa em 18 hospitais públicos ligados a universidades públicas no Distrito Federal e nos estados do Amazonas, Pará, Ceará, Pernambuco, Bahia, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Essas unidades se tornarão referência para casos graves da doença.

No Rio, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde, os estudos serão feitos em instalações em construção em área da Fiocruz em Manguinhos.

Com informações da CNN e RBA

sonoticiaboa.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário