quinta-feira, 16 de abril de 2020

Entrega de cestas básicas contemplou em Arcoverde mais famílias de extrema pobreza, cadastradas pelo CRAS


Nesta quarta-feira, 15 de abril, a Prefeitura de Arcoverde, através da Secretaria de Assistência Social, deu continuidade à entrega de benefício eventual de cestas básicas para famílias vulneráveis, em situação de pobreza e extrema pobreza no município.

Desta vez, foram distribuídas 700 cestas básicas para moradores do JK, Cidade Jardim, Boa Esperança, Residencial Maria de Fátima, Arco Íris e Batalha, totalizando desde a última quinta-feira (09/04), 2000 famílias contempladas com unidades da doação, envolvendo recurso próprio da Prefeitura de Arcoverde, mais o recurso devolvido pela Câmara Municipal de Vereadores.

“Estamos com o município em estado de Calamidade Pública. Já preenchemos todos os requisitos necessários para recebermos ajudas do Governo Federal, mas enquanto essas ajudas não chegam decidimos fazer um esforço a mais para chegar junto a essas famílias que estão em situação de extrema pobreza”, ressalta a prefeita Madalena Britto. 

A entrega ocorreu mediante a apresentação das senhas individuais, que foram distribuídas previamente nas residências dos contemplados cadastrados pelo CRAS e do cruzamento das informações com a base de dados do Cadastro Único. Através desse processo, foi possível selecionar famílias que estariam aptas a receber o benefício seguindo o critério de renda per capta informada no cadastro, sendo escolhidas nesse primeiro momento aquelas famílias com renda per capta inferior a R$ 300,00 e as famílias com beneficiários do BPC.

“Salientamos que a Prefeitura de Arcoverde já concedeu desde o inicio das fortes chuvas que atingiram o município o benefício da cesta básica a mais de 300 famílias que tiveram suas casas invadidas pelas enchentes, contando também com a solidariedade do povo, de empresários e de instituições de Arcoverde e doações feitas por representantes da sociedade civil ao poder público municipal”, concluiu Patrícia Padilha, secretária municipal de Assistência Social.

Também foi levado em consideração as dificuldades financeiras de muitas famílias em virtude do isolamento imposto pelo Coronavírus. A iniciativa possibilitou que famílias de localidades como o Centro, Tamboril, São Miguel, São Cristóvão, Vila São Francisco, Conjunto Novo Arcoverde, COHAB II, Veraneio, Jardim da Serra, Sucupira, Cruzeiro, São Geraldo, COHAB I e Boa Vista também fossem contempladas.

Fotos: PMA/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário