terça-feira, 31 de março de 2020

Administração de Noronha contrata profissionais de saúde para o período da pandemia do novo coronavírus


A Administração de Fernando de Noronha vai contratar de forma emergencial seis enfermeiros, seis médicos e três técnicos de enfermagem com experiência nos setores de urgência e emergência, tendo atuado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que saibam manusear os equipamentos e fazer os atendimentos dos pacientes internados com suspeita de coronavírus. As pessoas que quiserem se candidatar às vagas temporárias, precisam enviar o currículo até a próxima sexta-feira, 3, para o e-mail: natalia.campello@noronha.pe.gov.br.
Os profissionais vão trabalhar no hospital de campanha que está sendo montado por precaução, no auditório da Escola Arquipélago, reforçando ainda os atendimentos no Hospital São Lucas, caso surjam novos casos do novo coronavírus na ilha. Desta forma, o arquipélago contará com mais seis leitos, que podem dobrar para doze, se houver necessidade.
Depois da avaliação curricular, os selecionados vão ser comunicados para começarem a trabalhar na primeira quinzena de abril, prazo previsto para a conclusão das obras, com todos os equipamentos instalados. Os salários variam entre R$ 2.640,00 e R$ 18 mil.
A Administração Distrital, junto com o Governo de Pernambuco, está em fase de aquisição de diversos equipamentos para compor a UTI provisória, como monitores, macas, cardioversor (conhecido popularmente como desfibrilador), carrinhos de emergência, oxímetro (que mede os sinais vitais do paciente), respiradores, entre outros.
Segundo a gestora de Média Complexidade do Hospital São Lucas, Natália Campello, responsável pelo recebimento dos currículos, a estrutura de saúde nova é para dar maior suporte aos pacientes que necessitem de tratamento intensivo. “Nós estamos em um lugar de difícil acesso, até com diminuição de voos. Então, precisamos criar a estrutura mínima, mas que consiga ofertar o melhor para se estabilizar e tratar o paciente”, diz a gestora.
Ainda de acordo com Natália, o perfil que a ilha está apresentando atualmente com o novo coronavírus é o de controle. “A Administração está conseguindo fazer um bom isolamento das pessoas, por meio da conscientização, para evitar ao máximo a contaminação e a proliferação do vírus. Vamos conseguir passar por essa fase melhor do que em outros lugares. E a população está ajudando nesse processo, se isolando, cumprindo as normas de higienização, lavando bem as mãos, o ambiente onde se encontra e também os alimentos", reforça.
A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco confirmou, na última nesta sexta feira, 27, o primeiro caso de Covid-19 em Fernando de Noronha. Um homem de 48 anos, funcionário terceirizado da empresa Dix, que administra o aeroporto da ilha. Todos que tiveram contato com o paciente, um total de 11 pessoas, foram colocados em quarentena, em quartos separados e estão sendo devidamente monitorados e testados para evitar a propagação do vírus no arquipélago.
ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário