quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

Osório Filho isola oposição e dá um xeque-mate na sucessão da Pedra


Às vésperas do Carnaval, a política da Pedra se transforma num grande baile a onde quem comanda a festa e toca a música no tom que quer é o prefeito Osório Filho (PSB). Numa jogada de mestre, ele isolou na manhã desta quinta-feira (20) ainda mais a oposição e fortaleceu seu grupo político com a vinda do suplente de vereador Leonardo Félix, representante do distrito de Santo Antônio. 
O xeque-mate foi dado com o deslocamento da vereadora Alzira Diniz (PTC) da casa legislativa para assumir a função de Secretária Municipal de Governo. Com isso, assume a cadeira de vereador o suplente Leonardo Félix Cavalcanti, que passa a integrar a base política do prefeito Osório e consolida o caminho de sua reeleição em outubro próximo. 
Há cerca de 15 dias, Osório já tinha fechado o nome do vereador Rivanilson Alves (Riva), do distrito de São Pedro do Cordeiro, para ser seu candidato a vice-prefeito após o atual vice, Mecinho, abrir mão da vaga e lançar-se a uma vaga na Câmara de Vereadores com o objetivo de fortalecer o grupo político do prefeito. O grupo ainda foi fortalecido com a chegada de Buga Brito, suplente de vereador e integrante do grupo do ex-deputado estadual Eduíno Brito. 


Com as mudanças, que foram comunicadas pelos microfones da Rádio Pedra FM após a oposição tumultuar a sessão ordinária da Câmara e impedir a fala da vereadora Alzirinha e do vereador Riva, Osório Filho, consolida sua caminhada para garantir mais 04 anos de mandato com a reeleição em 04 de outubro, colocando em seu palanque as forças políticas dos dois grandes distritos da Pedra, dando uma aula de política e estratégia eleitoral e tornando-se na maior liderança política da Pedra. 
Osório classificou as recentes mudanças como “um grande momento, protagonizado por ilustres filhos da Pedra: Alzirinha, Riva, Mecinho e agora Leonardo, que abrem mão de projetos pessoais para trabalhar em prol do desenvolvimento político, econômico e social de nosso município. Enquanto a oposição negocia pedaços de um governo que não terá, nós nos damos às mãos, com respeito às opiniões e divergências, em defesa da Pedra e de seu povo”.

Paulo Edson 

Nenhum comentário:

Postar um comentário