sábado, 25 de janeiro de 2020

Estação Central Capiba - Museu do Trem comemora cinco anos com lançamento de catálogo

Foto: Jan Ribeiro

Reinaugurado no final de 2014 e batizado de Estação Central Capiba – Museu do Trem, o equipamento cultural comemorou, nesta última quinta-feira (23), seus cinco anos de reinauguração com o lançamento de um catálogo sobre sua história, salas e acervo. Considerado o primeiro do Brasil e o segundo do gênero da América Latina, desde a reinauguração o espaço já recebeu mais de 160 mil visitantes que vieram de várias regiões do país e de instituições da rede escolar pernambucana. A solenidade de lançamento do catálogo contou com a presença de Aloízio Câmara, curador da exposição de longa-duração “Chegada e partida: A memória do trem em Pernambuco”, de antigos e atuais gestores do equipamento, além de Severino Pessoa e Marcelo Canuto, respectivamente vice-presidente e presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe).

Durante a cerimônia, foi exibido um documento histórico, em película 16 mm, com imagens da inauguração do Museu do Trem em 1972 – que contou com a presença de personalidades como o sociólogo Gilberto Freyre Neto, patrono do museu.

A Estação Central Capiba – Museu do Trem é gerida pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e Fundarpe. De acordo com Marcelo Canuto, (também representado o secretário Estadual de Cultura, Gilberto Freyre Neto), o catálogo do Museu do Trem mostra como o equipamento mobiliza o setor artístico e a rede escolar do estado em torno de uma memória comum ao povo pernambucano.

“Um dos grandes desafios da gestão cultural é promover a manutenção e dar vida aos seus equipamentos culturais. No caso do Museu do Trem, isso fica mais possível porque ele conta com uma temática que atrai apaixonados pelo assunto de várias regiões do Brasil pra cá. A memória das ferrovias mobiliza o povo brasileiro”, destacou Marcelo Canuto.

Para Maurício Reynaldo, gestor do Museu do Trem, “a importância desse catálogo se dá porque este equipamento cultural nos leva a refletir sobre a importância das ferrovias e seu impacto histórico na transformação de paisagens urbanas e rurais, bem como uma conscientização sobre a preservação do patrimônio ferroviário em Pernambuco”.

Durante a apresentação do catálogo, o técnico André Cardoso, da equipe do Museu do Trem, falou sobre a história do museu, desde sua inauguração, em 1972, até os dias atuais. O público foi convidado a conhecer a exposição “Chegada e partida: A memória do trem em Pernambuco”.

A mostra reconstrói parte da memória ferroviária de Pernambuco, com ênfase na Revolução Industrial, e reúne mais de 500 peças como cadeiras, bilheterias, carimbadores, sinalizadores, apitos, relógios, além de fotografias, cartazes, textos e diversos outros aparelhos relacionados no contexto do trem.


Visite a Estação Central Capiba – Museu do Trem
Visite a Estação Central Capiba – Museu do Trem
Endereço: Rua Floriano Peixoto s/n, São José – Recife
Visitação: Terça a sexta-feira, das 9h às 17h | Sábado, das 10h às 17h | Domingo, das 10h às 14h (fechamento dos portões meia-hora antes do encerramento)
Telefone: (81) 3184.3197 // 3184-3198
Entrada Gratuita

Informações: Fundarpe

Nenhum comentário:

Postar um comentário