segunda-feira, 23 de dezembro de 2019

Filme PERNAMBUCANO é premiado no Festival do Rio


O diretor pernambucano Hilton Lacerda, roteirista de quase 20 títulos de ficção, apresentou no Festival do Rio seu terceiro filme de longa-metragem na Première Brasil. Na noite de ontem, 19 de dezembro, na cerimônia de encerramento, no Museu do Amanhã, o longa FIM DE FESTA recebeu os prêmios de melhor filme e melhor roteiro pelo júri oficial.

Há seis anos, seu primeiro longa, Tatuagem, foi vencedor dos principais prêmios dessa mesma seção no Festival do Rio. O filme teve uma longa permanência nos cinemas brasileiros e foi premiado internacionalmente em vários festivais. Em FIM DE FESTA Hilton mantém a parceria com o ator Irandhir Santos, que faz um investigador de polícia trabalhando para desvendar um crime ocorrido durante o carnaval.

Voltando antecipadamente de suas férias depois do período carnavalesco para investigar o assassinato de uma jovem turista francesa, Breno Wanderley se depara com possíveis espelhamentos de sua própria história, da qual não consegue se desvencilhar. Entre a quarta-feira de cinzas e o domingo pós-carnaval, busca desvendar o crime e vê em seu filho, também chamado Breno, uma chance de se reinventar numa cidade partida e melancólica.


FIM DE FESTA
Pernambuco, 2020, 94 min
Roteiro e direção: Hilton Lacerda
Produzido por: João Vieira Jr. e Nara Aragão
Produção Executiva: Tarsila Tavares, Nara Aragão e João Vieira Jr.
Direção de Fotografia: Ivo Lopes Araújo
Montagem: Mair Tavares e Pedro Queiroz
Música: DJ Dolores
Direção de Produção: Dedete Parente Costa
Direção de Arte: Diogo Balbino
Figurino: Chris Garrido
Maquiagem: Donna Meirelles
Desenho de som: Nicolau Domingues
Som direto: Pedrinho Moreira e Moabe Filho
Mixagem: Sérgio Abdala
Diretora assistente: Letícia Simões
Elenco: Irandhir Santos, Suzy Lopes, Gustavo Patriota, Amanda Beça, Safira Moreira, Leandro Vila e Ariclenes Barroso
Participações especiais: Hermila Guedes e Jean Thomas Bernardini
Distribuição: Imovision

SOBRE O DIRETOR

Hilton Lacerda é roteirista de quase duas dezenas de filmes de ficção, além de dirigir alguns deles. Também tem se destacado na produção de séries e documentários para a televisão.

Roteiros: Baile Perfumado (1997), Amarelo Manga (2002), Baixio das Bestas (2006), Árido Movie (2006), Filmefobia (2008), A Festa da Menina Morta (2008), Estamos Juntos (2011), Febre do Rato (2012), Big Jato (2015), Piedade (2019), entre outros.

Direção: Cartola - Música para os Olhos (2007, com Lírio Ferreira) e Tatuagem (2013), e as séries Fim do Mundo (2017, com Lírio Ferreira) e Lama dos Dias (2018, com Helder Aragão), além de várias séries documentais e ensaios para a televisão.

Trombone Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário