quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Regulamentação de transporte alternativo volta a ser debatida pelo Governo de Pernambuco

Nesta quarta-feira, motoristas do Sertão do Araripe e Região do São Francisco se encontraram com secretário Sileno Guedes para avaliar criação da comissão que vai discutir o tema


Créditos: Divulgação/SDSCJ

Após a instituição de uma comissão interdisciplinar para promover estudos e propostas referentes à regulamentação do transporte intermunicipal de passageiros, o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Sileno Guedes, se reuniu, nesta quarta-feira (21), com representantes da Cooperativa de Transporte Complementar de Passageiros do Sertão do Araripe e Região do São Francisco e de Petrolina (Cootrinpe) para discutir alternativas para a regulamentação do meio de transporte. O grupo agradeceu a atenção do Governo do Estado com a causa e entregou uma cópia de um ofício ao secretário pedindo autorização para o tipo do serviço, que será considerado proibido a partir do dia 09 de outubro, após mudança no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), sancionada pela Presidência da República este ano.

Na semana passada, o secretário teve encontros com representantes do transporte alternativo do Itaparica, Moxotó e Pajeú. “O Governo do Estado e os loteiros (como são conhecidos) estão do mesmo lado. Estamos buscando construir uma alternativa para cumprir a lei de forma que todas continuem trabalhando e exercendo seus serviços. É uma condição de extrema importância junto à população. Então o governador pediu que esse diálogo fosse estabelecido para que pudêssemos construir juntos uma proposta que garantisse a permanência e a execução desse serviço”, destacou Sileno Guedes.

Presidente da Cootrinpe, Antônio José de Araújo avaliou a criação da comissão, destacando que ela vai ajudar na discussão da regulamentação. “Nesse momento o que mais precisamos é desse projeto de governo, essa legalização do nosso transporte. Há mais de 20 anos que eu trabalho nesse sistema e nós nunca fomos reconhecidos como profissionais e chegou a hora, a oportunidade da gente mostrar o nosso serviço a nível estadual, para mostrar a qualidade do nosso trabalho junto aos usuários do nosso transporte. Toda a classe de transporte alternativo está muito feliz com essa possibilidade. O encontro de hoje foi ótimo. Não vamos parar, vamos dar continuidade para sermos legalizados no estado de Pernambuco”, comentou.


Com a conclusão dos estudos da comissão, o Governo do Estado buscará assegurar, dentro da Lei, as regras necessárias para garantir a regulamentação do serviço e, assim, possibilitar o trabalho e a geração de renda para os operadores do transporte.

ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário