quarta-feira, 7 de agosto de 2019

Coordenação de Educação Inclusiva vai realizar capacitações em creches de Arcoverde sobre o Transtorno do Espectro Autista

A Secretaria de Educação e Esportes de Arcoverde, através da Coordenação de Educação Inclusiva, vai realizar, em breve, uma série de capacitações para os educadores que atuam nas creches do município.
"Já realizamos uma capacitação na Creche José Rabelo de Vasconcelos, no bairro Jardim da Serra, pois recentemente recebemos uma criança com paralisia cerebral e três com Transtorno do Espectro Autista (TEA). A capacitação visa, portanto, embasar o acolhimento e o aprendizado adequado a ser ministrado a essas crianças", ressalta a secretária municipal de Educação e Esportes, Zulmira Cavalcanti.
Segundo a coordenadora de Educação Inclusiva do município, Gláucia Maria Lopes Gouveia, "o objetivo é esclarecer para todos os envolvidos quanto ao acolhimento às crianças com o TEA, seu estilo cognitivo, características, limites e possibilidades. Tudo será enfocado quanto à modalidade da educação especial na perspectiva inclusiva, que já vem sendo posta em prática com sucesso município", concluiu Gláucia.
Atualmente, a Rede Municipal de Ensino de Arcoverde acolhe cerca de 212 crianças com os mais variados transtornos e diferentes graus de funcionalidade. Desses, 47 têm o Transtorno de Espectro Autista (TEA) nos mais diversos níveis, ou seja, um quarto do total. 
Os demais, de acordo com levantamento, possuem dificuldades inerentes, tais como: Paralisia Cerebral, Microcefalia, Síndrome de Down, Deficiência Intelectual, Problemas de Mobilidade, Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), Aspecto Bipolar (alternância entre euforia e perturbação de humor), Dislexia (transtorno de aprendizagem caracterizada por dificuldade no reconhecimento preciso e/ou fluente da palavra, na habilidade de decodificação e em soletração) e Hiperatividade (estado excessivo de energia, que pode ser motora (física, muscular) ou mental (intenso fluxo de pensamentos), entre outros.

 ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário