Blog Falando Francamente com Amannda Oliveira - Arcoverde se vê por aqui , MEC entrega obras de reforma do Complexo Cultural da Fundaj, em Recife , Educação , Eventos , Recife ,

MEC entrega obras de reforma do Complexo Cultural da Fundaj, em Recife

março 26, 2018 Amannda Oliveira - Falando Francamente 0 Comments

Foto: André Nery
O ministro da Educação, Mendonça Filho, entregou, nesta segunda-feira, 26, as obras de reforma do Complexo Cultural da Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), sediado no Edifício Ulysses Pernambucano, no bairro do Derby, em Recife. O Ministério da Educação investiu R$ 8 milhões no equipamento e a reabertura aconteceu após um longo período de reformas, iniciado em fevereiro de 2015.
O Edifício Ulysses Pernambucano retoma as atividades mantendo suas características originais com melhorias para receber o público com tecnologias de ponta.
Além disso, passa a contar com novos equipamentos educacionais e culturais, como a Escola de Inovação e Políticas Públicas (EIPP) e a sala de leitura que foram repaginados e modernizados. Os locais se juntam ao tradicional Cinema da Fundação, ao Centro Audiovisual Norte e Nordeste (Canne), à Galeria Vicente do Rego Monteiro, à Massangana Produções Audiovisuais e Educacionais (MMP) e à Biblioteca Nilo Pereira.
A Fundaj do Derby também é sede da Unidade Central da Diretoria de Memória, Educação, Cultura e Arte (Meca) e da Coordenação Administrativa e Financeira (Coex). Todos esses setores retornam às suas sedes oficiais após realocação iniciada em janeiro de 2014, para os campi Casa Forte e Apipucos.
Cinema – Um dos locais mais esperados pelo público recifense é o Cinema da Fundação/Derby, que volta às atividades depois de uma ampla reforma, a segunda de sua história. O cine retoma suas características arquitetônicas originais, como as janelas que dão para o Rio Capibaribe e o jardim interno. A reabertura ocorreu em grande estilo, com a exibição em cópia restaurada em 4k de um dos clássicos do Cinema Novo, Vidas Secas (1963), baseado na obra literária de Graciliano Ramos e dirigido por Nelson Pereira dos Santos.Ao todo, a sala conta agora com 160 lugares, com assentos especiais para obesos e espaços para cadeirantes e pessoas de mobilidade reduzida, obedecendo a conceitos ergométricos de bem-estar.
A data de retorno da sala da Fundaj também é especial: o espaço volta para o público três dias depois em que se completam 20 anos da exibição inaugural do Cinema da Fundação, ocorrida em 23 de março de 1998, com a apresentação do longa-metragem inglês Bent, de Sean Mathias. Nestes 20 anos de história, o Cinema da Fundação/Derby ajudou na formação de uma geração inteira de cinéfilos e novos cineastas, que tornaram Pernambuco um dos estados mais importantes na renovação do atual cinema brasileiro.
Informações: MEC

0 comentários: