Blog Falando Francamente com Amannda Oliveira - Arcoverde se vê por aqui , Carnaval de Pernambuco perde essência e cultura fica cada vez mais ameaçada , Carnaval , Recife ,

Carnaval de Pernambuco perde essência e cultura fica cada vez mais ameaçada

janeiro 11, 2018 Amannda Oliveira - Falando Francamente 0 Comments


Essa semana a cidade do Recife divulgou a programação do Carnaval 2018, e uma das coisas que mais chamava atenção era a ausência do frevo nos principais palcos da festa. Sim meus caros leitores, a ausência do tradicional ritmo que deveria dar o tom e o som da festa. Na programação se encontra pop, rock, brega , Djs, e aqui ali um frevo, aqui ali um maracatu...

E por que isso é tão preocupante Amannda? Ora , quando a prefeitura e o estado vai para cidades como Rio e São Paulo ou até mesmo para outros países realizar divulgação de eventos como o Carnaval e o São João, as imagens utilizadas são sempre da cultura popular. No caso do carnaval, se vê muito frevo, ciranda, maracatu e quando as pessoas chegam a Pernambuco são recebidas nos polos principais como Marco Zero por atrações que poderiam encontrar nas suas cidades de origem. Eles não tem a chance de conhecer , vivenciar e se encantar muitas vezes com o que viram na propaganda enganosa. Na televisão vai aparecer pop no lugar do frevo, e a nossa tradição a cada ano vai perdendo espaço.

Mais o povo gosta Amannda! Serão que as pessoas gostam ou foram induzidas a pensar assim? Ora, quando você liga uma rádio provavelmente vai ouvir sertanejo, forró estilizado.. E isso não acontece simplesmente por que a música é fantástica, mas sim por que alguém pagou Jabá (dinheiro ) para que ela tocasse mil vezes e fizesse essa lavagem cerebral. Quando você liga a Tv vai ver as mesmas coisas, os mesmos artistas cantando. Não é por acaso. 

O frevo, o coco, maracatu, ciranda, deveriam tocar o ano inteiro na rádio. Mais geralmente só tocam na época do carnaval e olhe lá. 

Os nossos gestores precisam entender que eles tem RESPONSABILIDADE com a preservação, incentivo e divulgação da nossa cultura. É preciso respeitar os nossos artistas que muitas vezes se apresentam nos palcos sem estrutura e ainda ficam 06 meses para receber, enquanto os convidados recebem antecipadamente. A palavra MULTICULTURAL é uma desculpa desgastada para justificar a retirada da cultura tradicional dos palcos e colocar lixos auditivos no seu lugar dizendo que atraem grande público. Devemos educar as pessoas desde a infância a conhecer a si mesmo e ter orgulho das suas origens. 

Vamos acabar com essa vergonha ! Vamos moralizar as nossas festas tradicionais e dar a nossa cultura o lugar que é dela por direito.

Amannda Oliveira

0 comentários: