quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Cruzeiro terá noite com muita Sambada nesta quinta-feira em Arcoverde

novembro 30, 2017

Assis Calixto, Damião Calixto, Cícero Gomes e Severina Lopes vão incendiar o Cruzeiro nesta quinta-feira 

Foto: Robson Lima

O Cruzeiro de Arcoverde vai tremer na noite desta quinta-feira. Os mestres de samba de coco de três grupos diferentes: Cícero Gomes (Coco Trupé de Arcoverde), Assis Calixto e Damião Calixto (Coco Raízes de Arcoverde) e Severina Lopes (Coco Irmãs Lopes), se unem para uma sambada organizada pelo Sesc.

O evento acontece às 20h no Cruzeiro e promete esquentar a noite. Salve a cultura arcoverdense.

Amannda Oliveira

Samba de Coco das Irmãs Lopes é premiado pelo Ministério da Cultura através do Projeto Culturas Populares

novembro 30, 2017
Foto: Amannda Oliveira

O Samba de Coco das Irmãs Lopes, o grupo mais antigo de Arcoverde em atividade, foi premiado pelo Ministério da Cultura (MinC), por meio da Secretaria da Cidadania e da Diversidade Cultural, através do Edital Culturas Populares Leandro Gomes de Barros. 

Foram premiadas 500 inciativas que fortalecem as expressões culturais populares brasileiras, retomando práticas populares em processo de esquecimento e que difundam as expressões populares para além dos limites de suas comunidades de origem, como por exemplo o Cordel, a Quadrinha, o Maracatu, o Jongo, Cortejo de Afoxé, Bumba-Meu-Boi, Boi de Mamão entre outras. Só não estão incluídas as Culturas Indígenas, Culturas Ciganas, Hip Hop e Capoeira, por já serem objeto de Editais específicos lançados pelo MinC.

Assim como o Boi Diamante premiado no mesmo projeto, o Samba de Coco das Irmãs Lopes receberá o prêmio de 10 mil reais.

Amannda Oliveira

Caixa de Natal terá Lenine e Paulo Rafael

novembro 30, 2017


O Espetáculo Caixa de Natal que acontece pelo quarto ano consecutivo, e já se tornou um evento de sucesso no Recife, acontece no próximo dia 10 de dezembro e contará com apresentação do Coral do Movimento Pró-Criança, nas janelas da Caixa Cultural Recife, recebendo na varanda o guitarrista Paulo Rafael e o cantor Lenine, com o toque especial de Rhebeca Lourenço.

O evento acontece no Recife Antigo, à partir das 18h e conta com a marca registrada do empresário Luiz Carlos Lulinha.

Amannda Oliveira

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Teatro de Retalhos de Arcoverde tem projeto aprovado no Funcultura

novembro 29, 2017
Arte: Robson Lima
Após uma temporada em Minas Gerais, onde passou por  cidades como Sete Lagoas, Cordisburgo e Belo Horizonte, o Teatro de Retalhos de Arcoverde teve o Projeto " Teatro de Retalhos Dez anos - Costurando Histórias" contemplado no Funcultura 2016/2017.

O grupo arcoverdense completa em março de 2018 dez anos de histórias, contadas vívidas e inventadas e está com uma programação de ações ao longo do ano para comemorar esse marco tão importante para o grupo. O Teatro de Retalhos pretende entre outras coisas, relembrar os velhos sucessos como Romeu e Julieta – Igual ao outro só que diferente e novos causos como Malassombros – Contos do Além Sertão.

O projeto " Teatro de Retalhos Dez anos - Costurando Histórias" vai circular pelo interior do estado passando por cidades como Itaíba, Manari e Sertânia. 

O Funcultura Geral 2016/2017 premiou mais de 266 projetos culturais a serem desenvolvidos no estado, injetando R$ 17,5 milhões em projetos culturais nas áreas de produção, difusão, pesquisa e formação das diversas linguagens artísticas. Somados ao investimento de R$ 10 milhões já aportados no Edital Funcultura Audiovisual 2016/2017 e aos recursos aportados no 1º Edital da Música, cujo valor em projetos disponível alcançou R$ 4.55 milhões. Ao todo o governo do estado investe R$ 32 milhões.

Vida longa ao Teatro de Retalhos! Evoé! 

Amannda Oliveira/ Fundarpe

Banda Fulô de Mandacaru se apresenta no projeto Sexta Livre do Galo da Madrugada

novembro 29, 2017
Foto: Divulgação
A banda campeã do reality musical SuperStar, Fulô de Mandacaru, é a grande atração confirmada para a terceira edição do projeto Sexta Livre, que acontece na Sede do Galo da Madrugada, bairro do Recife. O show será dia 15 de dezembro, a partir das 21h. Para a ocasião especial, o grupo receberá ao palco os músicos pernambucanos Nena Queiroga, Ed Carlos e Jota Michiles.

Com mais de 15 anos de carreira, a Fulô de Mandacaru fez turnê internacional pela França, realizando 10 shows num período de 10 dias, onde tocaram no Festival Le Grand Soufflet, ao lado de Renato Borguetti, Silvério Pessoa entre outros artistas. Em tempo considerável atuando no cenário musical, lançaram sete CD’s e três DVD’s. A autenticidade do grupo, que se apresentava de chapéu de couro, lenço no pescoço e alpagarta conquistou o Brasil com participação vitoriosa no programa Superstar, da rede Globo. A missão deles é enaltecer e divulgar a cultura popular por onde passam. Além da longa rotina de show, eles desenvolvem, também, trabalho educativo e cultural em escolas, hospitais, presídios com o objetivo de conscientização e socialização da Cultura Popular.

O Sexta-Feira Livre é um projeto pensado para receber grandes nomes da música pernambucana para reviver os grandes sucessos da Música Popular Brasileira (MPB). Desde a estreia, em setembro de 2017, já passaram pelo palco as bandas The Rossi, Labaredas, Banda Metade e a rainha do brega, Michelle Mello.

Serviço
Fulô de Mandacaru no Sexta Livre
Onde: Sede do Galo da Madrugada
Quando: 15 de dezembro (sexta-feira)
Horário: 21h
Ingressos promocionais: 1 loteR$ 40,00| R$ 20,00 (meia) e R$ 160,00 (mesa para quatro pessoas)

Local de vendas: Sede do Galo da Madrugada.

Luiz Apolinário

Caravana da Mulher desembarca em Arcoverde nesta sexta-feira

novembro 29, 2017
Imagem: Robson Lima
A Caravana da Mulher, projeto do governo do estado desembarca em Arcoverde nesta sexta-feira, na quadra da Escola Estadual Antônio Japiassu. A ação que conta com o apoio da Coordenadoria da Mulher recebe à partir das 9h, a delegada do Departamento de Polícia da Mulher (DPMul), Gleide Ângelo que fará uma palestra sobre a Lei Maria da Penha e feminicídio em Pernambuco. Também está prevista a presença de uma unidade móvel do DPMul.

O objetivo é conscientizar as mulheres sobre seus direitos e evitar que mais crimes contra elas continuem acontecendo. Dados da Secretaria de Defesa Social (SDS) apontam que entre os anos de 2012 e 2016, mais de 155 mil mulheres foram vítimas da violência de gênero no estado. Os números revelam ainda que apenas entre os meses de janeiro e junho deste ano já foram registrados mais de 15,8 mil casos.

A Caravana da Mulher é um projeto da Secretaria de Defesa Social do Governo de Pernambuco, que procura aproximar a instituição das mulheres e dá mais esclarecimentos sobre a Lei Maria da Penha e sobre os dispositivos de segurança oferecidos para a prevenção e o enfrentamento da violência contra a mulher em Pernambuco.

ASCOM/PMA

Garanhuns Bike Race será realizado neste domingo

novembro 29, 2017

Numa realização do Grupo Pedalada da Amizade, Garanhuns vivencia no próximo domingo (3) o 1º Garanhuns Bike Race. Trata-se de um evento de Mountain Bike, que contará com mais de 100 participantes, oriundos de Garanhuns e de diversas cidades nordestinas.

A concentração e largada do evento acontecem em frente ao Castelo de João Capão. Os participantes farão um percurso de 42km, disputando em seis categorias: Elite; Máster; Feminino; Turismo e Nelore (para ciclistas com mais de 90kg). “Vamos contar com ambulância, carro de apoio, pontos de hidratação, premiação e um percurso que chamará a atenção pela beleza e simbologia: a Centenária Trilha do Trem, entre os municípios de São João e Garanhuns”, registra Haroldo Veloso, um dos organizadores do evento.

O 1º Garanhuns Bike Race tem largada prevista para as 9h e conta com o patrocínio de empresas da cidade e do Governo Municipal de Garanhuns, através da Autarquia Municipal de Segurança, Trânsito e Transportes (AMSTT) e das secretarias de Saúde, Comunicação Social e Juventude, Esportes e Lazer, além de apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF); 9º BPM e 71º BI Mtz.

ASCOM/Garanhuns

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Karynna Spinell realiza show cantando Clara Nunes

novembro 28, 2017

A minha querida Karynna Spinell, uma das vozes mais bonitas de Pernambuco, realiza no próximo dia 02 de dezembro o show CLARÃO interpretando Clara Nunes. Karynna que se identifica de tantas maneiras com Clara vai encher a Casa de Bamba de boa música. 

No show, clássicos do repertório de Clara com arranjos feitos por Rubem França, Maestro Marco César e Maestro Spock. No Carnaval do Recife, Karynna receberá em seu palco a cantora Fabiana Cozza (SP), vencedora do Prêmio da Música Brasileira (melhor cantora), que já participou do Show Quatro Cantos, criado por Karynna para o aniversário do Clube do Samba e Noite do Samba no Marco Zero.

Serviço:
CLARÃO - KARYNNA SPINELLI CANTA CLARA NUNES
Dia: 02/12/17
Local: Casa de Bamba (Rua 48, número 489, Espinheiro) 
Abertura da Casa: 16h   Show da Artista: 20h
Participação: Rodrigo Sobreira
Ingressos: 30,00

Informações: Blog Acontece

Boi Diamante é premiado pelo Ministério da Cultura através do Projeto Culturas Populares

novembro 28, 2017
Foto: Amannda Oliveira

O Boi Diamante comandado por Wilton Freire está que é só risos. E tem motivo de sobra pra isso. O boi premiado no carnaval pernambucano acaba de ser premiado pelo ministério da cultura, através do projeto culturas populares, que premiou com 10 mil reais, mestres e mestras, comunidades, grupos e instituições que mantem vivo o patrimônio da cultura popular do brasil. Ao todo são 500 prêmios distribuídos nessas categorias acima. Na sua categoria, o Boi Diamante ficou na 50ª colocação das 80 a que concorria numa pontuação de 0 a 100, alcançando 94 pontos.

Entre os critérios avaliados estão: contribuição sociocultural que o projeto proporcionou à comunidade; melhoria da qualidade de vida das comunidades a partir de suas práticas culturais; impacto social e contribuição da atuação para a preservação da memória e para a manutenção das atividades dos grupos, entre outros.

Foto: Amannda Oliveira


O Diamante desenvolve um lindo trabalho na sua comunidade no bairro do Tamboril, oferecendo oficinas a adolescentes e adultos para desenvolver a cultura do bumba meu boi, e manter viva a tradição dos brincantes na cidade de Arcoverde. O Boi Diamante ficou em segundo lugar no carnaval do Recife neste ano de 2017 e encerra o ano com essa conquista linda.

“Para nós, esse prêmio tem muito significado, ele só nos fortalece e nos faz perceber o quanto somos importantes para a cultural de Arcoverde e de Pernambuco, pois fomos o único boi premiado no estado. Isso nos estimula a trabalhar cada vez mais ensinando e repassando os saberes para que nossa cultura permaneça sempre viva. e isso tem um sabor especial porque concorríamos com todo o brasil, e estamos ai pra mostrar que quando fazemos com muito amor e dedicação, os resultados sempre são os melhores. Agradeço a todos os integrantes do boi diamante e ao comunidade do tamboril, que nos ajudam a construir essa linda historia na cultura popular de Arcoverde”. Comemora o presidente Wilton freire.

Parabéns queridos!

Amannda Oliveira

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Wellignton de Melo lança romance " Felicidade"

novembro 27, 2017
O escritor Wellington de Melo autografa no Recife, na próxima quarta (29), o seu novo romance "Felicidade" . O lançamento acontece à partir das 19h no Texas Café Bar.

O livro traz a história de Ademir que faz parte do Movimento Cidade Plana, um grupo de ativistas contra a verticalização que, em 24h, pretende saltar das torres mais altas da cidade e transmitir tudo ao vivo pela internet. Enquanto isso, Ademir precisa lidar traumas familiares e o fato de ter sua vida revelada em um livro por um escritor famoso.

VERTICALIZAÇÃO Um livro tece uma crítica contundente contra o patriarcado e processo de manipulação das massas nos meios digitais. Gentrificação das metrópoles, limites éticos entre realidade e ficção, direito à privacidade, questões de identidade racial e de gênero são alguns dos temas que se encontram nas páginas do livro.


SINOPSE

A vida que você leva é falsa. Mas somente as melhores partes. As piores você vive todos os dias, como Ademir, para quem a felicidade talvez seja como uma perna falsa, ele mesmo lidando com corpos protéticos, homens e mulheres menos que homens menos que mulheres. Mas os nomes e personagens deste livro são verdadeiros. Todos são endocruzados, impuros e sujos. Todos [nós] carne da própria carne, da realidade filha da arte, da arte filha da dor. Talvez Ademir pense assim enquanto trabalha, ele e seus pensamentos de planície, de uma cidade plana. Algumas pessoas têm de morrer: nisso consiste a felicidade, ou a lógica das guerras sacrossantas.

O Butão é o país da felicidade. Mas o homem feliz, de Maiakovski, vive neste Brasil do romance de Wellington de Melo. A seu modo. 

Parte da felicidade é direito à memória. Outra parte, ao esquecimento. Ademir precisa escolher o que, de quem, esquecer. Esquecer é um ato político. A morte, outro ato político. O fato é que 40 pessoas estão prontas a se atirar, para esquecer, para serem lembradas, hoje à noite. Os seres deste livro, anna kareninamente felizes à sua maneira, estão dispostos a tudo para demonstrar que "Felicidade" é a vida [falsa] que você leva.

Um livro que vale a pena levar pra casa e ler tomando um ótimo café.

SERVIÇO

LANÇAMENTO DO ROMANCE "FELICIDADE", DE WELLINGTON DE MELO
Quando: 29 de novembro (quarta-feira), a partir das 19h
Onde: Texas Café Bar - Rua Rosário da Boa Vista, 163 - Boa Vista
ENTRADA FRANCA
Preço do livro: R$ 40,00

Amannda Oliveira

domingo, 26 de novembro de 2017

SIM, SOMOS RACISTAS

novembro 26, 2017

Essa semana poderia ter sido batizada da semana nacional do racismo. Pelo menos de acordo com a movimentação nas redes sociais, que é óbvio são um retrato fiel do que as nossas ruas estão cheias " PRECONCEITO". Um vídeo da atriz Taís Araújo que foi convidada a falar sobre o desafio de criar crianças doces num país ácido em um evento corporativo virou deboche, motivo de justificativa de racismo, e alguns ainda chamaram de vitimismo.

Taís disse em um trecho da sua fala no evento "Quando engravidei do meu filho, eu fiquei muito, mas muito aliviada de saber que no meu ventre tinha um homem. Porque eu tinha a certeza de que ele estaria livre de passar por situações vivenciadas por nós, mulheres. Teoricamente, ele está livre, certo? Errado. Errado porque meu filho é um menino negro e liberdade é um direito que ele não vai poder usufruir se ele andar pelas ruas descalço, sem camisa, sujo, saindo da aula de futebol. Ele corre o risco de ser apontado como um infrator - mesmo com seis anos de idade". A atriz ainda exemplificou as consequências do racismo. "No Brasil, a cor do meu filho é a cor que faz com que as pessoas mudem de calçada, escondam suas bolsas e que blindem seus carros"

Falando Francamente, não existe nada de vitimismo nisso. Por que o que a atriz falou é a mais pura verdade. As pessoas olham torto sim, tem medo sim, se puder muda de calçada mesmo, diz que parece marginal. Sim, nós chamamos BRASILEIROS como nós de MACACO SIM. E é uma GRANDE VERGONHA pra mim chegar a conclusão triste de que SIM, SOMOS RACISTAS.



Neste domingo, as redes sociais mostraram outro ataque gratuito e a uma criança. Uma mulher que se intitula socialite Day McCarthy , chamou a filha de Bruno Gagliasso e e Giovana Ewbank de " MACACA". Sim, ela simplesmente tirou o dia para atacar a família de dois dos artistas mais queridos do país pelo simples fato de ser negra. E não, eu não estou aqui falando a respeito por que os mencionados são famosos. Antes de serem famosos eles são seres humanos e merecem todo respeito.

Foto: arquivo pessoal de Bruno Gagliasso
Quantas crianças passam por humilhação todos os dias por serem negras? Quantos adultos já passaram alguma humilhação por ter a cor negra? É difícil entender por que em um país tão diverso e belo justamente pela diversidade racial, cultural, religiosa , as pessoas se peguem com discursos de ódio contra alguém por sua cor, raça, religião, opção sexual ou região do país em que residem , como acontece com os nordestinos. É preciso que as leis brasileiras se façam presentes e mais rígidas e que pessoas que agem contra o seu semelhante sejam punidas. É preciso dar um basta a esse universo de agressão gratuita por que graças a Deus somos diferentes e é exatamente isso que faz deste país um lugar lindo, ainda.

Amannda Oliveira

O Empreendedorismo do Sucesso. O crescimento da Eccos Tv no mercado publicitário

novembro 26, 2017
Foto: Amannda Oliveira
Se você frequenta Casas Lotéricas, Padarias e restaurantes, já deve ter se deparado com Tvs publicitárias. É pra elas que olhamos quando estamos nas filas esperando atendimento. Em Arcoverde, a Eccos TV empresa criado em 2014 por Christiano Marcus vem ganhando o mercado e se destacando no setor publicitário. O empresário comemora um ano de sucesso e mostra que desbravar esse setor do mercado tem, valido a pena.

O que é a Eccos Tv? A empresa é uma mídia digital indoor que utiliza os televisores em LEC/LCD em locais estratégicos e de grande movimento como hospitais, casas lotéricas, aeroportos e restaurantes para divulgar conteúdo publicitário. A Eccos Tv conta com 27 telas espalhadas em 06 cidades e dois estados Pernambuco e Paraíba. A empresa filiada ACA (Associação comercial empresarial de Arcoverde), atua passando dicas de saúde, clima tempo, horoscopo, notícias de sites nacionais e locais, resultados lotéricos e publicidade das empresas locais, sendo por dia centenas de chamadas por empresa com um vídeo de 20 ou 30 segundos cada.

Segundo Christiano “o projeto está presente nas cidades pernambucanas de Arcoverde, Pesqueira, Buíque, Afogados da Ingazeira, Caruaru e Sertânia, Além de Monteiro na Paraíba”.

Como surgiu a ideia de criar um trabalho com mídia in door?
Christiano Marcus - Através de um amigo do Sul da Bahia que me indicou. Ele já fazia esse trabalho por lá e me indicou o projeto. Depois disso vim pra Arcoverde e implantei a Eccos. E tudo deu certo. Depois a ideia foi expandir para a região.
Você não é arcoverdense? Como chegou aqui?
Christiano Marcus - Sou natural de Paulo Afonso, mas tenho família aqui e resolvi vir para Arcoverde iniciar o meu sonho de Empreendedor, colocando em prática meus 16 anos de experiência no comércio. Iniciei o projeto das sacolas ecológicas e migrei para a mídia digital indoor e a cidade abriu as portas para os nossos projetos. Arcoverde realmente é uma cidade de empreendedores.
Como você avalia o crescimento que a sua empresa teve de 2014 pra cá?
Christiano Marcus - Nosso crescimento foi surpreendente! Além do esperado! O projeto nasceu no meio da maior crise que o país já passou, mas conseguimos enxergar na crise oportunidades e vimos que a região era carente desse nicho de serviço que só era encontrada nos shoppings em Recife. Estamos crescendo em média 30% ao ano e trabalhando a passos acelerados a expansão na região.
Quais os planos da Eccos Tv para 2018?
Christiano Marcus - Pra 2018 o nosso foco será a expansão das franquias pra parceiros que queiram colocar esse projeto em qualquer cidade do Brasil. Estamos fazendo uma pesquisa de mercado pra implantar a Eccos TV em duas cidades uma em Pernambuco e outra na Paraíba. Se Deus permitir.

Amannda Oliveira

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Pernambuco celebra seu 19º Festival de Curtas

novembro 24, 2017
Os tons da novidade, da experimentação audiovisual e da valorização dos realizadores pernambucanos enchem a tela do 19º FestCine – Festival de Curtas de Pernambuco. Realizado pelo Governo do Estado (Secult e Fundarpe), em parceria com a Prefeitura do Recife, o evento joga luz sobre as mais recentes produções audiovisuais finalizadas no em Pernambuco e que evidenciam nossa diversidade ou sugerem reflexões sobre temas urgentes.
Para o Secretário Estadual de Cultura, Marcelino Granja, “o FestCine celebra a liberdade artística e a força criativa de realizadores iniciantes e experientes que demonstram, com suas obras, a beleza e a potência transformadora de realidades que emergem de processos coletivos como a realização de um filme”. Toda a programação do Festival, que ocupa o Cinema São Luiz de 04 a 09 de dezembro, é gratuita.
“O panorama das mostras competitivas deste ano é composto por 69 curtas de todas as macrorregiões do estado, revelando uma grande diversidade de temas, estéticas, narrativas e processos de realização”, destaca Milena Evangelista, coordenadora do Audiovisual da Secult-PE. Selecionados entre 172 obras inscritas – um recorde que revela ainda o sucesso da política para o audiovisual em curso, que fomenta a produção, a difusão e ainda ações formativas na área -, as obras concorrem a uma premiação total no valor de R$ 58,5 mil.
No enredo do incentivo à profissionalização de toda a cadeia do audiovisual, “as atividades de formação deste ano agregam consultorias especializadas, masterclasses, rodadas de negócios com o 2º RioContentLab Pernambuco, resultado de uma articulação com a Brasil Audiovisual Independente (BRAVI)”, destaca a Gerente de Políticas Culturais da Secult-PE, Tarciana Portela. A programação de formação na área inclui ainda uma Oficina de Animação 2D Toon Boom Harmony. Ações estratégias viabilizadas ainda pela parceria fundamental com o Portomídia/Porto Digital e SEBRAE-PE.O FestCine deste ano presta ainda homenagem a uma importante referência no setor, o produtor de cinema e televisão João Vieira Jr. Com mais de 20 anos dedicados à profissionalização do mercado audiovisual no estado, João assinou a produção de longas emblemáticos como “Cinema, Aspirinas e Urubus” e “Tatuagem”, além das séries de TV “Fim do Mundo” e “Lama dos Dias”. É sócio fundador da Rec Produtores Associados e atualmente dirige, com Nara Aragão, a Carnaval Filmes.
Figurando entre as novidades desta edição, o FestCine promove também um encontro inédito entre o cinema, a moda e o design, o Integra Design. Durante os seis dias de programação, o hall do Cinema São Luiz receberá uma loja pop up, exibindo e comercializando produções de marcas pernambucanas que dialogam com o público e o contexto do festival. A ação é fruto de uma articulação entre a Assessoria de Design e Moda da Secult-PE e a UNA Design.
Patrimônio de Pernambuco, o São Luiz acolhe ainda uma sessão especial de curtas com acessibilidade comunicacional que, de acordo com Márcia Souto, Presidente da Fundarpe, “consolida a parceria com o Festival VerOuvindo e convida pessoas surdas e cegas a também conhecerem a mais recente safra de obras audiovisuais pernambucanas”.
A identidade visual deste ano é assinada pelo designer e artista visual José Leite.  Confira a Programação Completa e participe!

SEGUNDA-FEIRA, 04/12
19º FESTCINE – FESTIVAL DE CURTAS DE PERNAMBUCO
De 04 a 09 de dezembro
Local: Cinema São Luiz (Rua da Aurora, 175 – Boa Vista, Recife/PE)
Acesso gratuito

19h – Abertura do 19º FestCine
Mostra Competitiva Geral
Classificação: 16 anos

Simbiose (Documentário, 19 minutos, 2017), Dir. Júlia Morim
Lia de Camaragibe (Videoclipe, 4 minutos, 2017), Dir. Erlânia Nascimento e Úrsula Freira
Uma balada para Rocky Lane(Documentário, 20 minutos, 2017), Dir. Djalma Galindo
Poliamor (Videoclipe, 4 minutos, 2017), Dir. André Gonzales e Ednei Martins
Folia (Videoarte, 19 minutos, 2016), Dir. Anabelle Yolle
Estás vendo coisas (Documentário, 18 minutos, 2017), Dir. Bárbara Wagner e Benjamin Burca
Alumiar (Documentário, 20 minutos, 2017), Dir. Bersa Mendes e Rafael Martins
Fazenda Rosa (Animação, 9 minutos, 2017), Dir. Chia Beloto
Frequências (Videoarte, 19 minutos, 2017), Dir. Adalberto Oliveira
Volúpia (Videoclipe, 3 minutos, 217), Dir. Ayodê França
Nome de Batismo (Documentário, 25 minutos, 2017), Dir. Tila Chitunda

TERÇA-FEIRA, 05/12
19h – Mostra Competitiva Geral
Classificação: 18 anos

A Orelha encantada ou alma de gato (Animação, 9 minutos, 2017), Paulo Leonardo
Caleidoscópia (Videoarte, 3 minutos, 2017), Dir. Laura Dornelles e Bruno Cabús
Dança Macabra (Videoarte, 25 minutos, 2017), Dir. Filipe Marcena e Marcelo Sena
O Consertador de coisas miúdas (Animação, 11 minutos, 2017), Dir. Marcos Buccini
Orbitantes (Ficção, 22 minutos, 2017), Dir. Rodrigo Campos
Não há foz Não há Nascente (Videoarte, 18 minutos, 2017), Valentina Homem
Sob o Delírio de Agosto (Ficção, 20 minutos, 2017), Dir. Carlos Kamara e Karla Ferreira
O delírio é a redenção dos aflitos (Ficção, 22 minutos, 2016), Dir. Fellipe Fernandes
Terra Não dita Mar não visto (Videoarte, 9 minutos, 2017), Dir. Lia Letícia
Cosmo Grão – Ao vivo no Iraq (Videoclipe, 2 minutos, 2017), Dir. Pedro Vitor Ferraz
Imanência (Videoarte, 9 minutos, 2017), Dir. Breno César
Casa Cheia (Ficção, 14 minutos, 2017), Dir. Carlos Nigro

QUARTA-FEIRA, 06/12
18h30 – Mostra Competitiva de Formação
Classificação: 16 anos

Ogiva caseira (Animação, 2 minutos, 2017), Dir. Coletivo Ficcionalizar
Cidade linda (Documentário, 8 minutos, 2017), Dir. Paulo Souza
Dia Um (Animação, 2 Minutos, 2017), Dir. Natália Lima,  Júnior Ramos e Itamar Silva -
Fora Presídio (Documentário, 14 minutos, 2017), Dir. Coletivo Ficcionalizar
Resistência emocional (Animação, 2 minutos, 2015), Dir. Bruno Cabús e participantes da oficina
Geisiely com Y (Ficção, 15 minutos, 2017), Dir. Mery Lemos
P575 (Ficção, 4 minutos, 2016), Dir. Lais Rilda
Eles não estão lá – O Filme (Ficção, 7 minutos, 2016), Dir. Erickson Marinho

20h – Mostra Competitiva Geral
Classificação: 18 anos

Cores femininas (Documentário, 20 minutos, 2017), Dir. Barbara Hostin, Gil, Júlia Karam, Juliana Trevas, Maria Cardozo, Roberta Garcia, Sylara Silvério
Bala Perdida (Videoclipe, 4 minutos, 2017), Dir. Sylara Silvério
Banco Brecht (Ficção, 9 minutos, 2017), Dir. Márcio Souza e Tiago Aguiar
Nanã (Ficção, 25 minutos, 2017), Dir. Rafael Amorim
Domination Corporation (Animação, 1 minuto, 2017), Dir. Erickson Marinho
Salina (Videoclipe, 4 minutos, 2017), Dir. Álvaro Júnior
Mata Norte (Documentário, 20 minutos, 2015), Dir. Tuca Siqueira
Ficamos assim (Videoclipe, 4 minutos, 2017), Dir. Lorena Calábria e Mariana Zdravca
Fotograma (Videoarte, 9 minutos, 2016), Dir. Luís Henrique Leal e Caio Zatti
Repulsa (Ficção, 20 minutos, 2017), Dir. Eduardo Morotó

QUINTA-FEIRA, 07/12
18h30 – Mostra Competitiva de Formação
Classificação: 14 anos

A lembrança que eu gosto de ter (Documentário, 25 minutos, 2017), Dir. Filipe Carvalho
Pelos galhos da Jurema (Documentário, 11 minutos, 2016), Dir. David Henrique
Sustento (Documentário, 1 minuto, 2016), Dir. Sylara Silvério
Especulação S.A (Documentário, 20 minutos, 2017), Dir. Erlânia Nascimento

20h – Mostra Competitiva Geral
Classificação: 14 anos

Lampião e o fogo da Serra Grande (Ficção, 24 minutos, 2017), dir. Anildomá Willans de Souza
Cine S. José (Documentário, 11 minutos, 2017), Dir. William Tenório
L’Imperatrice (Videoarte, 6 minutos, 2017), Dir. Gil Vicente de Brito Maia
Entre Andares (Documentário, 15 minutos, 2016), Dir. Aline Van der Linden e Marina Moura Maciel
Equilíbrio da Matéria (Animação, 1 minuto, 2017), Dir. Lucas Alves e Kerolainy Kimberlin
Edney (Ficção, 15 minutos, 2016), Dir. João Cintra
Tudo que você quiser com Rozenbac (Videoclipe, 6 minutos, 2016), Dir. Marcelo Pinheiro
Objeto voador não identificado (Ficção, 22 minutos, 2016), Dir. Cesar Castanha 10
Daydream (Videoarte, 10 minutos, 2016), Dir. André Hora e Daniel Edmundson 14
Diz o Leão (Videoclipe, 4 minutos, 2016), Dir. Pedro Maria de Brito
Jéssika (Ficção, 19 minutos, 2017), Dir. Emerson Cursino de Moura Filho

SEXTA-FEIRA, 08/12
18h30 – Mostra Competitiva de Formação
Classificação: 12 anos

De: CASE Pacas Para: Meninas de Santa Luzia (Documentário, 3 minutos, 2017), Dir. Alunos do projeto Cartas ao Mundão
A cerca do nada (Ficção, 20 minutos, 2017), Dir. Wellington Bravo
Do mar pra cá (Documentário, 26 minutos, 2017 ), Dir. Carol Oliveira
Som de papel (Ficção, 15 minutos, 2017), Dir. Larissa Reis e Victor Mauricio Borba

20h – Mostra Competitiva Geral
Classificação:18 anos

Kibe Lanches (Documentário, 18 minutos, 2017), Dir. Alexandre Figueiroa
Teta Lírica (Videoarte, 5 minutos, 2016), Dir. Marie Carangi
Ultima Puella (Ficção, 8 minutos, 2017), Dir. João Bosco
Irma -Era uma vez no Sertão (Ficção, 20 minutos, 2016), Dir. Camilla Lapa e Lorena Arouche
Autofagia (Ficção, 11 minutos, 2016), Dir. Felipe Soares
Morrer em Pernambuco (Videoclipe, 4 minutos, 2017), Dir. Mery Lemos
Baunilha (Documentário, 13 minutos, 2017), Dir. Leo Tabosa
O porteiro do dia (Ficção, 25 minutos, 2016), Dir. Fábio Leal
Superpina (Ficção, 24 minutos, 2017), Dir. Jean Santos

SÁBADO, 09/12
17h – Sessão Especial Festival VerOuvindo, curtas com acessibilidade comunicacional
Classificação: 14 anos

FotogrÁFRICA (Documentário, 25  minutos, 2016), Dir. Tila Chitunda
Um brinde (Ficção, 16 minutos, 2016), Dir. João Vigo
Catimbau (Documentário, 23 minutos, 2015), Dir. Lucas Caminha

19h – Cerimônia de Encerramento
Homenagem a João Jr.

19h30 – Exibição Especial
Viajo porque preciso, volto porque te amo (Ficção, 2009, PE), Dir. Karim Ainouz e Marcelo Gomes | Produção: João Vieira Jr. e Daniela Capelato

——-
PREMIAÇÃO
Mostra Competitiva Geral
Júri: Gabi Saegesser, Jeorge Pereira, Nina Velasco

R$ 4.500,00 (quatro mil e quinhentos reais) para os cinco primeiros colocados nas categorias: Animação, Documentário, Experimental/Videoarte, Ficção, Videoclipe.
R$ 3.500,00 (três mil e quinhentos reais) para os cinco segundos colocados nas categorias: Animação, Documentário, Experimental/Videoarte, Ficção, Videoclipe.
R$ 2.500,00 (mil e quinhentos reais) para os cinco terceiros colocados nas categorias: Animação, Documentário, Experimental/Videoarte, Ficção, Videoclipe.
Mostra Competitiva de Formação
Júri: Fernanda Capibaribe, Geneseli Dias, Juliana Lima

R$ 2.000,00 (dois mil reais) para os primeiros colocados nas categorias: Animação, Documentário e Ficção

TROFÉU FERNANDO SPENCER
Será concedido ainda o Troféu Fernando Spencer para os filmes concorrentes na Mostra Competitiva Geral, nas seguintes modalidades: Melhor Direção / Melhor Fotografia / Melhor Montagem / Melhor Roteiro / Melhor Produção / Melhor Direção de Arte / Melhor Trilha Sonora / Melhor Som / Melhor Ator / Melhor Atriz

TROFÉU ABD/APECI
Júri: Bruna Leita, Inês Maia, Lula Terra 

A ABD/APECI (Associação Pernambucana de Cineastas) foi criada em 1979, como uma sociedade civil, sem fins lucrativos, que mobiliza realizadores no Estado e defende a produção audiovisual independente em todos os formatos e gêneros. O troféu ABD/APECI é um prêmio de reconhecimento à criatividade da produção cinematográfica.

HOMENAGEADO
Graduado em Direito, João Vieira Jr. é um dos principais produtores de conteúdos audiovisuais de Pernambuco. Assina a produção dos longas “Cinema, Aspirinas e Urubus”, “Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo”, “Tatuagem”, “Era uma vez eu, Verônica”, “O Homem das Multidões” e “Joaquim”, além das séries de TV “Fim do Mundo” e “Lama dos Dias”. É produtor executivo dos filmes “O Céu de Suely” e “Baixio das Bestas”. Tem trabalhado com importantes diretores e roteiristas do cinema nacional como Marcelo Gomes, Hilton Lacerda, Karim Aïnouz, Lírio Ferreira, Adelina Pontual, Letícia Simões, Armando Praça e Cao Guimarães. É sócio-fundador da Rec Produtores Associados e atualmente dirige, com Nara Aragão, a Carnaval Filmes. Desde 2013 dedica-se a troca de experiências com jovens profissionais no âmbito da Produção Executiva para cinema e TV, acumulando mais de 500 horas aulas de cursos e oficinas através de instituições como Fundação Joaquim Nabuco e Fundação Roquete Pinto.

Fundarpe