segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Novo exame na rede pública identifica em minutos se pessoa tem vírus HIV

Imagem: Jornal Hoje/Reprodução

Já está disponível na rede pública um exame que identifica em alguns minutos se a pessoa tem o vírus HIV. O teste é rápido, não tem agulha e é de graça.

“É muito legal para aquelas pessoas que não gostam ou têm medo de agulha. Tanto o (exame) de sangue como o de fluido oral a confiabilidade é a mesma”, diz a enfermeira Vanessa Modolo.

O teste oral já está disponível na rede pública de saúde de todo o país. É muito simples. Ele é feito com uma haste que tem um algodão na ponta. Ele deve ser passado em toda gengiva. Não precisa ser feito em laboratório. E o mais importante: o resultado sai em 30 minutos.

Antes de colher o fluido oral, o paciente não pode ter se alimentado nos últimos 30 minutos, tomado café, nem beijado. As mulheres também não podem estar com batom.

Depois que o material é colhido, ele recebe um reagente químico e em poucos minutos sai o resultado.

Até agora já foram distribuídos no Brasil 140 mil kits. Só em São José do Rio Preto, nos últimos quatro meses, foram feitos 691 testes do fluido oral.

A ideia é fazer com que mais gente faça o teste de HIV. A estimativa do Ministério da Saúde é de que 150 mil pessoas tenham o vírus da Aids e não saibam.

Os médicos lembram que quanto mais cedo a pessoa começar a se tratar, melhor. “Além da pessoa prevenir outras infecções, a pessoa que está contaminada com o vírus do HIV, ela também vai prevenir de transmitir para os seus parceiros”, explica a infectologista Deuzi Gongora.

Se o teste oral der positivo, o paciente tem que fazer uma contraprova, com um exame de sangue.

Nenhum comentário:

Postar um comentário