segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Caso Carlos Fernando

O corpo do professor do Erema, e ex-diretor da Escola Monsenhor José Kherle, em Arcoverde, Carlos Fernando de Melo Torres, foi sepultado na manhã desta segunda-feira (17), na cidade de Inajá, sua terra natal. 

Carlos Fernando foi encontrado morto na manhã de ontem próximo ao Distrito de Mimoso na BR 232 com marcas de tiro. A investigação do caso ficou por conta da polícia de Pesqueira já que o crime aconteceu na sua jurisdição. 

A polícia ainda não se pronunciou a respeito do caso, mas fontes dão conta de que suicídio e latrocínio deve ser descartados já que existem indícios de que Carlos Fernando foi arrastado do veículo e que nada foi roubado. Segundo familiares , o professor de 57 anos sofria de depressão. A polícia que já solicitou perícia para levantar digitais do carro , ainda deve ouvir amigos e familiares para tentar descobrir a autoria e motivação do homicídio. 
Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário