sexta-feira, 31 de julho de 2015

Morre o maestro Egildo Vieira

Foto: Assessoria

Faleceu na noite de ontem (30), na Santa Casa em Maceió (AL), por volta das 22h30 hs, vítima de falência múltipla dos órgãos. Egildo Vieira do Nascimento, 67 anos, mais conhecido como Maestro Egildo, um dos mais conhecidos filhos de Piranhas, cidade Lapinha do sertão alagoano, estava se tratando de problemas cardíacos.

De acordo com as primeiras informações, o corpo será velado no Clube do Centro Cultural Miguel Arcanjo a partir das 09 hs desta sexta-feira, e o sepultamento será às 15 hs no Cemitério Municipal do Centro Histórico.

Apaixonado pelo pífano, o Maestro Egildo recebeu, em janeiro último, uma homenagem na IX Feira dos Municípios Alagoanos que cantou a vida e arte do piranhense que viajou o país levando sua música, seu talento.

Egildo era ex-integrante do grupo Som da Terra e também passou pelo Quinteto Armorial, pela Banda de Pau e Corda e era especialista na arte de tocar flauta, sendo reconhecido como um dos melhores do país. Conhecido internacionalmente, o seu pífano ganhou o mundo sob a encomenda de grandes nomes da música nacional e internacional. Luthier especializado na construção e reparo de instrumentos de cordas e sopro (pífano), inventou o Ariano, em homenagem ao escritor paraibano Ariano Suassuna, o pi-rabecasso, o violão de cabaça, e outros instrumentos artesanais feitos de bambu , madeira e cabaça.

O músico foi enterrado na tarde desta sexta-feira sob homenagens mais que merecidas.

Amannda Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário