segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Governo reforça Turismo, Infraestrutura e Sustentabilidade Hídrica em Bezerros

Famoso pela tradição dos Papangus e também por atrair milhares de turistas e praticantes de esportes radicais, o município de Bezerros ganhou, de uma só vez, ações do Governo de Pernambuco nas áreas de Turismo, Infraestrutura e Sustentabilidade Hídrica. O governador Paulo Câmara inaugurou, na manhã desta segunda-feira (23), o novo acesso que liga o centro da cidade ao pátio de eventos do distrito de Serra Negra. Também autorizou a construção de 50 cisternas do tipo Calçadão e vistoriou ruas pavimentadas com recursos do Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal (FEM). 

Na presença de centenas de moradores da região, o chefe do Executivo estadual destacou a necessidade de dar continuidade às parcerias que resultam em ações para a população. “No nosso governo, elas são a chave para o desenvolvimento. Obras como essas que vimos em Bezerros talvez não chegassem se nós não tivéssemos tido essas parcerias responsáveis, que fazem com que as coisas aconteçam mais rápido. Vamos continuar a buscar cada vez mais parcerias, para podermos entregar obras como as que estamos entregando hoje”, garantiu Paulo Câmara.

Para o acesso ao distrito, o investimento foi de R$ 10,3 milhões, recursos do Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID) com contrapartida do Governo do Estado. Um trecho de 8,57 quilômetros foi pavimentado; outro de 1,3 quilômetro foi recuperado. As obras, que envolveram serviços de terraplanagem, drenagem, pavimentação e sinalização foram realizadas pela Secretaria de Turismo estadual, via Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur). Gestora da escola municipal Joaquim Claudino de Oliveira, a professora Maria Aparecida da Silva, 38 anos, moradora de Bezerros, utilizará o novo acesso diariamente para chegar ao trabalho. "Facilitou muito porque a estrada era péssima, tinha muitos buracos. E agora não. Ficou mais rápido, tanto para chegar aqui quanto para voltar para casa", comemorou.

As 50 cisternas do tipo Calçadão, cuja ordem de serviço para o início das obras foi assinada pelo governador, beneficiarão cerca de 250 pessoas da zona rural. “Não vai faltar dedicação, atenção e a busca de recursos para essa área”, garantiu Paulo Câmara, sobre o enfretamento à crise hídrica. Destinadas à captação e armazenamento de água para consumo animal e produção agrícola, as cisternas Calçadão têm capacidade para armazenar 52 mil litros de água e são implantadas onde já existe outro equipamento do tipo para consumo humano, chamado de 1ª água. Com investimento de R$ 648,5 mil, a obra faz parte do Projeto Pernambuco Mais Produtivo no âmbito do Programa Brasil Sem Miséria.

Os secretários estaduais Nilton Mota (Agricultura e Reforma Agrária) e Felipe Carreras (Turismo, Esporte e Lazer) ressaltaram a importância das ações de suas respectivas pastas. “Essas cisternas Calçadão não estão apenas em Bezerros; fazem parte de um amplo programa de R$ 120 milhões que estamos iniciando. Só para o Agreste serão destinados R$ 23 milhões. Vamos construir aqui 1.850 cisternas, além das de consumo humano”, adiantou Nilton. “Sabemos da vocação turística que Bezerros tem. Mas uma cidade boa para o turista tem que ser uma cidade boa para o cidadão em primeiro lugar”, argumentou Carreras, informando que a nova estrada vai beneficiar diretamente cerca de 3.500 habitantes do distrito de Serra Negra.

Ao final do ato, os artesãos Lula Vassoureiro e Jota Borges, duas referências da cidade de Bezerros, respectivamente, na confecção de máscaras de Papangus e produção de cordéis, presentearam o governador com peças de sua autoria.

FEM - Antes do ato em Serra Negra, Paulo Câmara circulou por três das 21 ruas pavimentadas com recursos do FEM em Bezerros. Com investimento de R$ 1,5 milhão, o plano de trabalho do fundo contemplou ainda a ampliação da escola municipal Nelson Castanha, construção de muro de arrimo e passagem molhada no Sitio Portões. O chefe do Executivo fez questão de visitar a região para constatar que os recursos foram aplicados de "maneira responsável e correta”.

Moradora da Rua 06 há dois anos, a aposentada Cosma Isabel de Lima Alves, 59, aprovou a iniciativa. "Esperávamos isso há tantos anos. Facilitou o acesso e ficou melhor porque aqui era lama pura", relembrou. Gestor do município, Severino Otávio, conhecido como Branquinho, cravou: “O FEM é a salvação dos prefeitos”.

Ao destacar o valor R$ 1,5 milhão repassado em 2013 e 2014 para o município através do FEM, o secretário de Planejamento e Gestão, Danilo Cabral, defendeu a importância da “mudança na forma de pensar e olhar”. “Nos desafios a gente vê oportunidades. E foi em um momento desafiador, lá atrás, que o então secretário da Fazenda, Paulo Câmara, criou o FEM", relembrou.

ASCOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário