domingo, 15 de fevereiro de 2015

Facebook cria regra para determinar o que fazer depois da morte de um usuário

O fato de uma pessoa morrer não passa de uma certeza, mas o problema fica quando o óbito chega e a conta do usuário de uma rede social continua aberta e funcionando como se nada tivesse acontecido. Pensando nisso, o Facebook criou uma norma que, caso provado a morte à rede, medidas possam ser tomadas para apresentar da melhor forma o acontecido.
Atualmente, a regra é que se for provado a morte, a conta é apenas travada. Porém, com essa nova regra, será possível determinar uma pessoa para gerenciar a conta, ou uma mudança virtual para apresentar o óbito, ou mesmo a conta ser excluída de vez.
Primeiramente isso vale apenas para contas dos Estados Unidos, porém será levada para diversos países que contém suporte da rede social. O usuário deverá fazer declarações e comprovações, assim como seus interesses sobre o que usuários terceiros podem fazer no perfil.
Folha PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário