sábado, 6 de dezembro de 2014

Festival de Curtas de Pernambuco divulga vencedores


Encerrado com homenagens ao cineasta Lula Gonzaga e à atriz Adriana Falangola, o 16º FestCine – Festival de Curtas de Pernambuco, premiou nesta sexta-feira (5), 17 memoráveis produções da nova “safra” do audiovisual pernambucano.  

Desde o dia 1º de dezembro ocupando o Cinema São Luiz, a programação do festival atraiu mais de 1.500 pessoas às sessões das Mostras Competitivas de Formação e Geral. Um seminário sobre Cinema e Educação e oficinas como Cinema de Animação e Crítica Cinematográfica ajudaram na formação cultural de mais 175 estudantes e interessados na área.

O FestCine é uma realização do Governo de Pernambuco (Secretaria de Cultura e Fundarpe), em parceria com a Prefeitura do Recife (Fundação de Cultura da Cidade do Recife). Entidades da sociedade civil no estado, como a Associação Brasileira de Documentaristas (ABD-PE/APECI), a Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA), a Federação Pernambucana de Cineclubes (FEPEC) e o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria do Cinema – Delegacia PE também são parceiras do Festival.

PREMIAÇÃO

Os vencedores da Mostra Competitiva de Formação (documentário e ficção) recebem, cada um, além do troféu, um prêmio no valor de R$ 3 mil pagos pelo Governo do Estado. Na Mostra Competitiva Geral, os três primeiros colocados em cada categoria (animação, documentário, videoclipe, experimental e ficção) ganham troféus e prêmios nos valores de R$ 5 mil (1º lugar), R$ 4 mil (2º lugar) e R$ 3 mil (3º lugar). Os primeiros lugares recebem as premiações do Governo do Estado; os segundos e terceiros, da Prefeitura do Recife.

O FestCine reconhece ainda, com o Troféu Fernando Spencer, as melhores Direção, Fotografia, Montagem, Produção, Direção de Arte, Trilha Sonora; e os melhores Roteiro e Som. O melhor Ator e a melhor Atriz do festival também são lembrados. Prêmios Especiais do Júri, Prêmios do Júri Popular, Troféu Cineclubista e ainda o Troféu ABD-APECI completam a lista de reconhecimentos do Festival.

Confira os vencedores do 16º FestCine – Festival de Curtas de Pernambuco:  

MOSTRA DE FORMAÇÃO
Melhor Documentário: Amentas, de Juliana Gouveia Galvão
Melhor Ficção: Interno, de Cleiton Costa

MOSTRA GERAL 

Categoria Videoclipe
1º lugar -  Alma Sebosa, de Giovanna Machline

2º lugar -  Karma no Lixo, de Jean Santos 
3º lugar -  Arquitetura de Vertigem, de Pedro Escobar e Pedro Vitor Feraz 

Categoria Animação 
1º lugar:  O Gaivota, de Raoni Assis
2º lugar:  Fim de Feira, direção coletiva com orientação de Paulo Leonardo
3º lugar:  Noisé, de Chia Beloto

Categoria Experimental 
1º lugar:  Xirê, de Marcelo Pinheiro
2º lugar:  História Natural, de Julio Cavani 
3º lugar:  Encantada, de Lia Letícia 

Categoria Documentário 
1º lugar:  Psiu!, de Antônio Carrilho
2º lugar:  O Que se memora, de Caio Dornelas e Ernesto Rodrigues
3 lugar:  Avenida Presidente Kennedy, de Adalberto Oliveira

Categoria Ficção 
1º lugar:  Noites Traiçoeiras, de João Lucas
2º lugar:  Loja de Répteis, de Pedro Severien
3º lugar:  Urbanos, de Alessandra Nilo



TROFEU FERNANDO SPENCER

Melhor Diretor: Pedro Severien, por Loja de Répteis
Melhor Fotografia: Ricardo Lima, por Xirê
Melhor Montagem: Daniel Bandeira, por Psiu!
Melhor Roteiro: Pedro Severien, por Loja de Répteis
Melhor Produção: Isabela Cribari e Germana Pereira em De Profundis!
Melhor Direção de Arte: Séphora Silva, em A Felicidade não é deste mundo
Melhor Trilha Sonora: Juliano Holanda, Expedito Baracho e Variant em O Gaivota
Melhor Som: Pablo Lamar (Som direto) e Guga S. Rocha (Desenho de som e mixagem) em História Natural
Melhor Ator: Robson Lima Duarte por Xirê
Melhor Atriz: Suzana Costa por Noites Traiçoeiras

PRÊMIOS ESPECIAIS DO JURI
Mostra Geral
- Panapanã, de Iezu Kaeru (experimental)
Valéria Brasil, de Almir Guilhermino (documentário)

Mostra de Formação
- De: Escola Carlos Alberto Gonçalves de Almeida/Case Santa Luzia. Para: Aracaju (Sergipe), de E.M.S.S., G.B., G.S.A., M.M.S. e P.B.S.
- Lúcia, de Karla Ferreira 


PRÊMIOS ADICIONAIS

Troféu Cineclubista
Melhor Filme para Reflexão: Urbanos, de Alessandra Nilo
Menção Honrosa: Interno, de Cleiton Costa

Troféu ABD/APECI
Prêmio de reconhecimento à criatividade, à liberdade artística e à sensibilidade perante a realidade: Lúcia, de Karla Ferreira

PRÊMIO DO JÚRI POPULAR

MOSTRA DE FORMAÇÃO
Melhor Documentário: Viva o Azul, Viva o Encarnado, de Priscila Soares
Melhor Ficção: Interno, de Cleiton Costa

MOSTRA GERAL 

Melhor Videoclipe: Arquitetura de Vertigem, de Pedro Escobar e Pedro Vitor Feraz 
Melhor Animação: O Gaivota, de Raoni Assis
Melhor Experimental: Xirê, de Marcelo Pinheiro
Melhor Documentário: Valéria Brasil, de Almir Guilhermino 
Melhor Ficção: Urbanos, de Alessandra Nilo



 JURI DO FESTIVAL

MOSTRA COMPETITIVA GERAL
Cynthia Falcão (STIC-PE)
Luiz Otávio Pereira (ABD-APECI)
Vavá Schöng Paulino (FUNDARPE)   

MOSTRA COMPETITIVA DE FORMAÇÃO
Emanuel Dias (FEPEC)
Fernanda Freire (Fórum do Audiovisual RMR)
Luci Alcântara (SECULT-PE)  


 Fundarpe

Nenhum comentário:

Postar um comentário