segunda-feira, 26 de maio de 2014

Compesa não dá prazo para resolução do problema dos poços e Arcoverde segue sem água


A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), que administra os cinco poços abertos no município sertanejo de Ibimirim, confirma que a água retirada do local segue para os municípios de Sertânia e Arcoverde, ambos também prejudicados com a estiagem. São beneficiados os distritos de Moderna, Algodões e Cruzeiro (em Sertânia) e os de Umburuma e Malhada (em Arcoverde). Embora admita que os povoados de Frutuoso e de Serra, localizados próximos aos poços, não tenham água encanada, a Compesa não deu nenhum prazo para que o abastecimento ocorra.

A empresa informou que retira água de Ibimirim para levar a Arcoverde porque o manancial do município, que possui 70 mil pessoas, entrou em colapso em maio deste ano. Por esse motivo, a Compesa está implantando uma nova adutora para levar água de Ibimirim à cidade, triplicando a oferta de água. Arcoverde é uma das cidades mais importantes do sertão, com um movimentado comércio, que atrai visitantes de cidades e até do interior da Paraíba.
De acordo com a Compesa, o sistema possui uma bomba instalada no poço de sucção da estação elevatória, retirando água para irrigar plantações de Ibimirim. Segundo agricultores, a bomba não funciona.

Fonte: Jornal Extra

Nenhum comentário:

Postar um comentário