terça-feira, 11 de março de 2014

Armando quer discutir abastecimento de energia para o Nordeste

Foto: Pedro França/Agência Senado
Segundo Armando, o Nordeste tem hoje uma grande dependência porque importa do sistema interligado nacional 40% da energia. O senador defende que é o momento de redefinir a matriz energética da região porque não há nenhuma forma de constrangimento físico ao crescimento mais efetivo do que a indisponibilidade da oferta de energia.

Para Armando, é preciso, de forma previdente, discutir essas questões para não condenar a região a uma espécie de estrangulamento do seu processo de crescimento. “Creio que os especialistas indicados poderão contribuir muito para o debate que se propõe”, disse.

Entre os convidados indicado pelo senador, Altino Ventura, Secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia (MME); José de Freitas Mascarenhas, presidente do Conselho de Infraestrutura da Confederação Nacional da Indústria (CNI); José Antonio Feijó de Melo, membro da ONG Ilumina Nordeste; Conceição Cavalcanti, consultora em Gestão de Energia; Maurício T. Tolmasquim, presidente da Empresa de Pesquisa Energética; Romeu Donizete Rufino, Diretor-Geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Informações: ASCOM


Nenhum comentário:

Postar um comentário